365rir

rede2001.com

bons motivos para rir, todos os dias do ano

alentejanos

1

Um tipo entra num bar e pergunta ao empregado
se quer ouvir uma anedota de alentejanos.
O barman responde: o tipo ali ao canto é alentejano. O que está no outro canto também é alentejano. Aquele ali sentado é alentejano, assim como o que está ao lado. E eu também sou alentejano. Você ainda quer contar essa anedota
de alentejanos?
Não, respondeu o tipo. Não quero ter de explicá-la cinco vezes!

2

Um alentejano foi ao médico:
- Doutor, o Sr. tem de me ajudar. Dói-me o corpo todo. Aperto a barriga, dói-me. Aperto a cabeça, dói-me. Aperto o braço, dói-me. Aperto a perna,
dói-me. Tem de me ajudar, doutor.
O médico examinou o tipo e disse:
- Você não tem nada de grave. Só um dedo partido.

3

Um alentejano perguntou a um lisboeta:
- É verdade que lá por Lisboa só tem macho?
- É verdade sim, respondeu o lisboeta mostrando
o peito. E no Alentejo, também tem macho?
- Bem, lá tem machos e fêmeas. São tão boas....

4

Um alentejano encontrou Deus e perguntou-lhe:
- Senhor o que é para ti um segundo?
- Para mim um segundo é um milhão de horas.
- E Senhor, o que é para ti um escudo?
- Para mim um escudo são milhões de escudos...
Então o alentejano todo empolgado pediu:
- Senhor, dá-me um escudo?
- Oh meu filho, espera só um segundinho...

5

Dois alentejanos andavam à caça no meio dos montes. De repente avistam um jovem que fazia Asa-Delta.
Um dos alentejanos levanta a caçadeira e dá-lhe um tiro.
- Compadre, que pássaro era aquele?, pergunta o outro caçador.
- Não sei compadre... mas que largou o homem que levava, largou...

6

Um rico lavrador alentejano ofereceu um Mercedes ao filho, quando este fez o exame de condução com sucesso. O filho, entusiasmado com a sua nova máquina, pediu ao pai se o deixava ir até Lisboa para experimentar o carro. O pai chamou-lhe a atenção para a sua pouca experiência como condutor, mas, depois de muita insistência do filho, lá condescendeu. Havia contudo imposto uma condição. O filho quando chegasse a Lisboa devia telefonar imediatamente para não o deixar em cuidados. O rapaz partiu para Lisboa e, ao fim de três horas, telefonou dizendo:
“Estás a ver pai... não houve problemas... vou já voltar.” Passa-se um dia, dois dias, três dias... e o filho não deu mais notícias. O lavrador andava desesperado. Ao fim do terceiro dia o filho apareceu.
- “Rapaz... onde te meteste que me deixaste em cuidados...”
Ao que o filho respondeu: - “Meu pai... para lá foram tudo facilidades... mas para cá, todo este caminho de marcha-atrás... não é fácil não”.

7

Numa aldeia alentejana o filho chega a casa, vindo da escola, com ar choroso. O pai perguntou-lhe o que se passava e o rapaz disse-lhe que o professor lhe tinha batido.
- “Então porquê? “, pergunta o pai.
- “O professor perguntou quem tinha descoberto o caminho marítimo para a Índia e eu disse que não tinha sido eu, meu pai”, responde o rapaz.
- “E foste?, pergunta o pai. “ - Eu não, meu pai”.
Á noite, na taberna da aldeia, o pai indignado, comentava com o seu compadre que era polícia na PIDE: - “Já viste isto, amanhã tenho que ir à escola esclarecer o assunto. Os meus rapazes se há coisa que não são é mentirosos. O moço disse que não foi ele é porque não foi...”
No dia seguinte, quando o homem se preparava para ir à escola, aparece-lhe o compadre da polícia política e diz-lhe:
- “Já está tudo esclarecido, esta noite apertei com o preso político que temos engavetado e ele confessou... foi ele que descobriu o caminho marítimo para a Índia, bem podes garantir lá a esse professor...”

8

Dois compadres estavam sentados num jardim e um deles dizia para o outro:
- “Neste mundo tudo tem uma explicação.”
O outro ia respondendo:
- “Olhe que às vezes não...”
Insistia o primeiro que sim, que tudo tinha explicação. Cansado da polémica, o segundo homem diz :
- “Olha vai ali um elefante a voar... que explicação é que o compadre tem para isto?“
Vendo a atrapalhação do compadre que ia coçando a cabeça... o outro insiste:
- “Olhe, ali vai outro elefante a voar.”
- “Ahh!! são dois...”, comenta o primeiro, “... então é porque têm ninho aqui próximo... está explicado”.

9

Sabem como é que os alentejanos andam de bicicleta? Mãos na guiadera; pés na pidalera; cu na sentadera e cornos n’azinhera

10

Sabem como é que se distingue um pirata alentejano no meio de vários piratas?
O pirata alentejano é o que tem pala nos dois olhos.

11

Sabem porque é que os alentejanos não comem iogurtes?
Porque quando chega ao estômago, já passou o prazo de validade...

12

Já sabes do alentejano que estudou cinco dias para um teste de urina?

13

Pergunta o Ti Manel Alentejano à Ti Maria enquanto tratam do assunto:
- Ó Maria como é que te posso dar mais prazer ?
- Ó Manel, apaga a luz e chupa.
- Ai, está quente...

14

Por que é que o Alentejo é um deserto?
Para os camelos dos Lisboetas fazerem a travessia para o Algarve.

15

Há aquela história do alentejano que tinha um problema existencial. O pobre do homem vivia sem conseguir distinguir os dois cavalos perfeitamente iguais que tinha no quintal.
Felizmente, um dia, descobriu que o cavalo branco era dois palmos mais alto que o preto.

16

Como é que se chama um alentejano com uma metralhadora num campo de cereais?
“Cereal Killer”!

17

Como é que um alentejano falsifica uma nota de 500$00 ?
Tira um zero a uma nota de 5000$00

18

Porque é que os alentejanos vestem pijama para andar de mota ?
Para fazerem as curvas deitados.
Actualmente, até preferem levar um penico. É que já fazem as curvas a cagar.

19

Sabem o que e que um alentejano faz sentado em cima de um saco de arroz ?
Arroz malandro.

20

Como é que se reconhece num pelotão de ciclistas, se vai algum alentejano ?
É o único que se esqueceu de tirar o cadeado.

21

O que faz um alentejano calçado com galochas, no Estádio da Luz?
Está à espera da ENCHENTE!!!!!

22

Por que é que o papel higiénico no Alentejo tem mais um metro de comprimento?
Por causa das instruções.

23

Um grupo de amigos está a contar anedotas. Um deles anuncia:
- Pessoal, tenho umas anedotas fresquinhas sobre Alentejanos !
Responde uma das pessoas do grupo:
- Antes de continuares, aviso-te: eu sou Alentejano!
E o outro responde:
- OK, está bem, eu conto-as devagar...

 

24

Vai um alentejano num comboio cantando uma canção alentejana:
Ó rama ó que linda rama
ó rama da oliveira...
Nisto entra um passageiro:
- Ó compadre, em vez de estar p’raí a cantar tirava mas é a mala do caminho que o comboio não é só seu
Ora o compadre continuava como se não fosse nada com ele:
Ó rama ó que linda rama
ó rama da oliveira...
- Oiça lá! Estou a falar consigo! Esta armado em parvo ou que ?!!!
Mas o compadre continuava com aquela calma olímpica típica dos alentejanos:
Ó rama ó que linda rama
ó rama da oliveira...
- Ai é assim ?! Então se não tirar daqui a mala já, pego na porcaria da mala e atiro-a pela janela !!
Dito e feito. Lá foi a mala.. entretanto o nosso compadre continuava na mesma:
Ó rama ó que linda rama
ó rama da oliveirinha
agora é que te lixaste
que a mala não era minha...

25

Dois alentejanos encontram-se no local de trabalho do primeiro.
- Aã, agora desti em marcenêro ??
- É verdadi, mas ê and’ aqui muito intrigado...
- Aã porquêi ??
- É qu’ê fiquê sem um dedo e nã sei porquêi !!
- Aã e quéi que ‘tavas fazendo ??
- Humm, nada de especiali... ‘Tava aqui mexendo nesta serra rotativa e quando meti ali o dedo, assim desta manêra... Olha, lá vai outro!

26

Dois Alentejanos resolvem ir a Lisboa passear! Quando chegam lá, o que resolvem fazer? Ir às “meninas”.
Chegam a um bordel, e depois de terem escolhido as “meninas”, vão para o quarto.
Quando já estavam quentes e preparados para o “catra-pau-pimba”, diz a “menina”, ao dar-lhe uma camisinha para a mão:
- “Olha tens que usar esta coisinha, ‘tá bém?”
- “Aão porquêi?”
- “Isto é para não ficarmos grávidas!”
- “‘Tá bém, pode sêri!”
Bem, depois de terem acabado, foram embora p’rá terra.
Encontam-se duas semanas mais tarde e diz um para o outro:
- “O Cumpadre, aquelas Lisboetas pá! Aquilo é que foi.”
- “Se foi, ê dê duas trancadas, com’ê nunca tinha dado na vida!”
- “Olhe lá, vocemecêi; importa-se qu’elas engravidem?”
- “Ê não! Quero lá saberi!”
- “Aão vamos tirar estas porras qu’há quinze dias qu’ê na mijo!”

27

No Alentejo um jornalista entrevista um pastor:
- Olá ! belo dia hoje ! Estou a ver que tem umas belas ovelhas!.
- É verdade.
- Tem aqui ovelhas brancas e pretas. Quais delas é que dão mais leite ?
- Bom, as brancas, claro.
- Então e as pretas ?
- Bom, as pretas dão o mesmo.
- Então e quais é que dão mais lã?
- Bom, as brancas, claro
- E as pretas ?
- Bom, as pretas também dão o mesmo.
- Sim?... E quais delas é que dão mais carne?
- Bom, as brancas, claro.
- Isso quer dizer que as pretas dão menos carne, não é verdade ?
- Bom... não, as pretas dão mais ou menos o mesmo.
- Desculpe lá mas isto está a fazer-me enorme confusão: porque é que quando lhe faço qualquer pergunta, você começa sempre por referir as ovelhas brancas e logo a seguir reconhece que as pretas afinal são iguais?
- Bom, é que as ovelhas brancas são minhas.
- Então e as pretas ?
- Bom, as pretas também...

28

Perto de Jerusalém, Jesus fazia milagres! Um homem chorava.
Jesus perguntou:
- Porque choras, bom homem?
- Sou cego, Jesus.
- Cego, vê! - disse Jesus - E o cego viu!
Outro homem chorava. Jesus perguntou:
- Porque choras, bom homem?
- Sou coxo, Jesus.
- Se és coxo, anda! - disse Jesus - E o homem andou!
Outro homem chorava. Jesus perguntou:
- Porque choras, bom homem?
- Sou alentejano, Jesus.
Jesus sentou-se ao lado dele e também chorou muito.

29

Sabes porque é que no Alentejo só há planícies?
- Porque os calhaus foram todos para o Norte.

30

Sabem porque é que os americanos ficaram com os indios e nós com os alentejanos?
Os americanos escolheram primeiro.

 

cúmulos

O Cúmulo da (o):

Altura
Um tipo tão alto, tão alto que precisa subir uma escada para apertar o nó da gravata.

Arrepio
Escorregar nu por um corrimão revestido de laminas e cair numa banheira de álcool.

Aventura
Praticar sexo oral com uma canibal.

Barulho
Dois esqueletos a dançar breack-dance em cima de um telhado de zinco.

Basquete
Jogar a bola na cesta e ela cair no sábado.

Ciúme
Brigar com a mulher porque só um dos gémeos se parece com o pai.

Dificuldade
Tirar macacos do nariz com luvas de boxe.

Educação
Um homossexual dizer para o amante:
“Desculpa-me por te virar as costas.”

Força
Dobrar uma esquina.

Frigidez
Depois da coisa, perguntares para a tua amante: “Gostaste?” e ela responder: “De quê?”.

Gentileza
Meu pau levantar para você se sentar.

Indústria 1
Comer serradura e cagar tábuas plainadas.

Indústria 2
Comer palha de aço e cagar arame farpado.

Ironia
Encontrares o teu maior inimigo na sauna gay.

Incompetência
Fazer uma corrida sozinho e chegar em segundo.

Estupidez
Assistir a corridas de caracóis em câmara lenta.

Magreza
Andar à chuva e não se molhar.

Nojeira
Chupar o nariz de um mendigo morto até esvaziar a cabeça.

Obesidade
Um tipo tão gordo, tão gordo que precisa dar dois passos em frente para apertar o cinto.

Organização
Comer sopinha de letras e cagá-las por ordem alfabética.

Paciência 1
Limpar o cu a um elefante com cotonetes!

Paciência 2
Catar piolhos com luvas de boxe!

Paciência 3
Colocar um cagalhão numa gaiola e esperar que ele cante!

Paixão musical
Colocar o ouvido na fechadura, quando uma miúda canta no chuveiro.

Pontaria
Comer uma mulher grávida e acertar no cu da criança.

Azar 1
A criança seres tu.

Azar 2
Num estádio de futebol com 120000 espectadores, 22 jogadores, 10 suplentes, 1 árbitro, 2 fiscais de linha e uma data de polícias, a gaivota cagar em cima da tua cabeça.

Preguiça
Casar com uma mulher grávida de outro.

Rapidez 1
Fechar uma gaveta à chave e colocar a chave lá dentro.

Rapidez 2
Cagar da janela do 25º andar de um edifício, descer a correr pelas escadas e ao chegar à rua olhar para cima e ver o cu a fechar.

Rapidez 3
Ir ao enterro de um parente e encontrá-lo vivo.

Rapidez 4
Correr à volta da mesa e enrabar-se a si próprio.

Rebeldia
Morar sozinho e fugir de casa.

Sacanagem
Fechares o teu melhor amigo numa sala redonda e pedires-lhe para mijar num canto.

Traição
Suicidar-se com uma punhalada nas costas.

Vaidade 1
Engolir o batom para passar na boca do estômago.

Vaidade 2
Comer uma rosa para enfeitar os vasos sanguíneos.

Vegetarianismo
Levar a Cindy Crawford para o mato e comer o mato.

Seca
Bater uma punheta no deserto do Saara e sair leite em pó...

Preconceito
Não fazer sexo com a mulher por esta ser da família.

 

 

à mesa



1

Num “tasquinho” da província o patrão, para fazer a sua publicidade, tinha fixado um letreiro a dizer: “Temos sandes de tudo...“.
Entrou um cliente citadino e, armado em esperto, pediu:
- “Por favor, dê-me uma sandes de carne de elefante.
. “O patrão hesitou mas… após alguma reflexão… perguntou em voz alta para os outros clientes:
-“Alguém mais quer uma sandes de carne de elefante?
-“Como ninguém respondeu, voltou-se para o cliente “esperto” e disse:
-“Desculpe mas não vou encetar um elefante só por sua causa”.

2

Dois amigos vieram de visita a Lisboa e não tinham dinheiro. Ao chegar a hora do almoço e reparando num restaurante muito “chique” um deles disse para o outro: - “Amigo, é aqui mesmo que eu vou almoçar”. O outro, admirado, perguntou-lhe: - “Mas como, tu não tens dinheiro”. Repara como vou fazer, disse-lhe o amigo. Assim foi… entrou e escolheu a melhor mesa. Quando o empregado o
atendeu pediu as melhores iguarias e o melhor vinho, enquanto o amigo, esfomeado, apreciava a cena do lado de fora. Quando o empregado lhe apresentou a conta o nosso amigo disse:
- “O senhor desculpe mas já paguei !!!”. “ Desculpe, mas como, se só agora lhe apresentei a conta… “, responde o empregado. Como o restaurante estava cheio, o comilão levantou bem alto a voz e disse :
- “Por favor chame o gerente, esta casa não funciona, além de se comer mal ainda querem cobrar o almoço duas vezes.” O gerente, reparando na algazarra e vendo os clientes todos a observar, aproximou-se e disse:
- “O senhor desculpe, tenha calma, apresentamos a nossas desculpas, deve ter havido algum mal entendido por parte do nosso empregado. Muito obrigado pela sua visita e mais uma vez apresentamos as nossas desculpas.” Desta forma o nosso amigo comeu e bebeu de graça e, quando saiu, o colega ainda esfomeado disse:
- “Agora é a minha vez”.
Entrou… sentou-se exactamente na mesma mesa, foi atendido pelo mesmo empregado e pediu a mesma refeição. No final o empregado aproximou-se e disse:
- “Engraçado, antes do senhor esteve aqui um outro cliente que pediu exactamente o mesmo e no final teimou em como já tinha pago a conta, o que não era verdade…”.
Responde o segundo amigo :
- “O que é que eu tenho a ver com isso…??, em vez dessa conversa veja lá é se me traz o troco…”.

3

Vocês sabiam que antes do fim do apartheid, na África do Sul, em todos os bares serviam sempre o whisky Black and White em copos separados?

4

Um homem, com muitas dores de garganta, resolve ir ao médico ver o que se passava. O médico, depois de o examinar, disse-lhe que ele precisava de se submeter de urgência a uma intervenção cirúrgica, pois tinha um tumor na garganta. Como consequência dessa operação, continuou o médico, o homem teria que passar a respirar e comer pelo ânus. Diz o homem: - “Tá bem senhor doutor, desde que não morra, tudo bem”. E assim foi. Passado uns meses valentes, o médico passa pelo homem, que se encontrava numa paragem de autocarro. Só que algo de estranho se passava: o homem não parava de dar pulinhos e de contorcer o corpo todo.
Diz o médico: - “Então, o senhor recuperou? Está a adaptar-se bem?”.
Diz o homem: - “Então não, senhor doutor. Tudo na maior”. - “Então porque é que está aos saltinhos e a contorcer-se todo?”, perguntou o médico. - “É que estou a comer uma pastilha elástica”, respondeu o homem.

5

Num descampado do centro da Austrália um cangarú entra num bar e pede um whisky… O barman, admirado, pede-lhe os cinco contos da conta e diz:
- “Há vinte anos que estou aqui e é o primeiro cangarú que me pede uma bebida… “.
Responde o cangarú:
- “Pudera, com o whisky a este preço…”.

6

Um caixeiro viajante entra num restaurante e pede “Bacalhau cozido com batatas “. Como o prato do dia já tinha acabado, o dono do restaurante diz para o empregado:
- “Diz-lhe que o bacalhau tem SIDA, e vê se ele quer um bife à casa.” O empregado foi à mesa e deu o recado do patrão.
Responde o caixeiro viajante:
- “Traga lá o bacalhau que o meu mal é fome, não procuro relações sexuais a esta hora… “.

7

Um homem ia todos os dias ao mesmo restaurante, sentando-se precisamente na mesma mesa em todas as refeições. Um belo dia, quando se preparava para tomar o seu lugar, o referido cliente notou algo de diferente na decoração do restaurante e, chamando o empregado, disse-lhe:
-“Desculpe lá, mas nesta parede junto à mesa onde me sento sempre, não havia antes um grande par de chifres?
É que já me habituei a comer perto deles”. Responde o empregado:
-“Não. Havia era um grande espelho”.

8

Um homem entrou num restaurante e pediu
“frango assado“. Um pouco depois de o terem servido, o homem chamou novamente o empregado e pediu-lhe:
-“Por favor não se importa de mandar passar melhor o frango”.
- “Porquê? Está mal passado?” Perguntou e empregado. Respondeu-lhe o homem:
-“Então você não vê quem me está a comer a salada toda?”

9

Um alemão veio a Lisboa, depois de ter decorado as frases do livro: “Manual de Conversaçãoem Português”. Entrou numa confeitaria e pediu um café, dizendo quando o empregado lho trouxe:
- “Obrigado, senhor ou senhora, conforme o caso.”

10

Um pobre estava à porta de um restaurante de luxo, pedindo esmola. Como iam saindo uns clientes muito bem vestidos, pediu-lhes:
“Dêem-me qualquer coisinha… por amor de Deus.” Um dos homens perguntou-lhe:
-“Em vez de dinheiro… não ia bem uma sopinha ?”
Se ia..., respondeu o pobre.
- “E um bom bife?, voltou a perguntar o homem.
- “Oh… um bom bife…, respondeu o pobre, já de água na boca. “
- “E um bom vinho para acompanhar… e uns doces para acabar… com um café e um bom whisky para finalizar?” Voltou a perguntar o homem. O pobre já nem respondia com tanta água na boca… e com a fraqueza que estava.
O homem perguntou-lhe ainda:
-“E depois disto que tal uma das meninas que actuam ali no clube da frente?!”. O pobre… em suprema fraqueza, e depois de ouvir falar de tantas iguarias, desmaiou.
- “Ah, vocês já viram isto.” - diz o homem para os amigos que o acompanhavam -
“Este tipo fartou-se de comer, foi-se meter com uma menina e deu-lhe logo uma congestão…”.

11

- “André, quem bebeu o leite que estava em cima da mesa?”
- “Não sei, mãe, mas o gato ficou muito vermelho quando tu entraste!

12

Um homem entra num restaurante e fica surpreendido com a dimensão de todos os utensílios à sua vista. Encomenda um Bife com Batatas Fritas e quando o empregado vem servi-lo exclama : - “Mas, o bife é enorme, dá pelo menos para quatro pessoas.” Ao que o empregado responde . “Isto aqui é tudo em grande.” Tendo pedido vinho da casa para acompanhar a refeição volta a surpreender-se quando lhe trazem um garrafão de cinco litros para a mesa. O empregado, vendo o ar perplexo do homem, volta a dizer-lhe: “Isto aqui é tudo em grande.”
Já no fim da refeição e porque tinha bebido imenso, o nosso homem pergunta onde fica a casa de banho. O empregado explicou-lhe que era à direita ao fundo do corredor. Mas o homem, estando bem bebido, enganou-se e, virando à esquerda, cai dentro da piscina. No meio da sua aflição só gritava:
-”Não puxem o autoclismo... Não puxem o autoclismo...”.

13

Um caixeiro viajante entra num restaurante e come e bebe, come e bebe... até quase rebentar. No fim da refeição, ao levantar-se, leva as mãos ao estômago e batendo ao de leve exclama:
- “Comi que nem um abade...”. A um canto da sala, um abade que fazia a sua refeição muito discretamente, responde-lhe:
-”Não, o senhor comeu foi quem nem um ‘ALARVE’, porque abade sou eu e não como da maneira que o senhor comeu.”

14

P: Você sabe porque é que os Alentejanos dizem “Lete” em vez de “Leite”?
R: É porque precisam do “i” para o caféi...

15

Um homem entra numa tasquinha e pede uma sopa do dia. Quando o empregado vinha a servi-la o homem diz:
-”Não se importa de aquecer a sopa um pouco mais...”.
O empregado levou a sopa para dentro da copa e, quando voltou com ela já aquecida, o homem voltou a pedir-lhe:
- ”Não se importa de aquecer a sopa um pouco mais...”.
Quando o empregado voltou para servir a sopa pela terceira vez disse para o homem:
- ”Espero que agora já esteja suficientemente quente...”. Ao que o homem lhe respondeu:
- ”Não, enquanto você, para a servir, trouxer os dedos dentro da sopa é porque ela não está suficientemente quente.”

16

Um homem entra num restaurante e pede uma sopa. Quando a sopa lhe foi servida reparou que tinha uma mosca dentro e reclamou junto do empregado:
“Você já viu que a sopa tem uma mosca dentro...” O empregado, expedito, respondeu-lhe:
-”Psiuu... não fale alto, senão todos vão querer e já acabaram as moscas...”.

17

Um jovem entra numa pastelaria e pede um pastel de nata. Quando o empregado lho vinha a servir o jovem pediu ao empregado para o trocar por um bolo de arroz. Quando ia a sair, sem ter pago o bolo que comera, o empregado interpelou-o dizendo:
- “Desculpe mas não pagou o bolo de arroz.”
O jovem respondeu:
-”Pois não, eu fiz a troca com um pastel de nata.” Mas, insistiu o empregado:
-”Você não tinha pago o pastel de nata.”
Pois não, respondeu o rapaz, também não o comi.

18

Uma cigana está ao balcão de uma pastelaria com o filho de quatro anos ao colo. Este arregalava os olhos para os bolos e pastéis. Uma senhora já de idade, que se encontrava ao seu lado, oferece um pastel ao garoto. Pergunta a mãe cigana ao filho:
- “ Filho, o que se diz à senhora ? “.
Responde o filho: “… senhora, dê-me outro !

19

Um jovem entra numa pastelaria e pede um pastel de feijão. Quando começou a come-lo reparou num gosto estranho e chamou o empregado de balcão:
-”Desculpe mas o pastel de feijão sabe a sabão...”.
-”Ahh...”, respondeu o empregado de balcão, “então é porque se enganaram e lhe deram um pastel de coco... É que os pasteis de feijão é que sabem a lixívia.”

20

Ao ver o empregado que lhe trazia a sopa com o dedo dentro do prato o freguês encrespou-se:
- Seu animal, como é que me trazes uma sopa com o dedo enfiado no prato!!
- É que fui hoje ao médico, porque sentia dor neste dedo, e ele mandou-me conservá-lo em lugares quentes.
- Cretino!! Porque não o metes no rabo??
- Estava lá, tirei-o para servir a sopa ao senhor...

 

 

loiras




1

Três loiras encontravam-se presas, havia uma semana, numa ilha. De repente apareceu um duende e ofereceu um desejo a cada uma.
A primeira disse que queria ser inteligente. Imediatamente ficou com o cabelo castanho, desatou a nadar e saiu da ilha.
A segunda disse que queria ser ainda mais inteligente que a primeira. Imediatamente ficou com o cabelo preto, pegou no barco e saiu da ilha.
A terceira disse que queria ser ainda mais inteligente que a segunda. Imediatamente virou homem e saiu da ilha atravessando a ponte.

2

Dentro da cabeça de uma loira...
Diz um neurónio para o outro:
- É pá, estamos SOZINHOSSS!!!

3

Sabem quando é que uma loira tem dois neurónios?
- Quando está grávida ... de outra loira.

4

- Sabem como se chama a uma loira com o cabelo pintado de castanho?
- Inteligência artificial...

5

- Qual é a diferença entre uma loira e uma melga?
- É que quando se bate na melga ela pára de chupar...

6

- Qual é a diferença entre uma loira e uma bola de bowling?
- É que numa bola de bowling só cabem três dedos...

7

- Porque é que os caixões das loiras são em forma triangular?
- É que as loiras quando fecham os olhos abrem as pernas...

8

- O que diz a mãe de uma loira à filha?
- Filha se não estiveres na cama à meia-noite, volta para casa...

9

- O que diz um joelho de uma loira para o outro quando ela morre?
- Enfim juntos...!!!!!

10

Três raparigas (uma loira e duas morenas) estão a conversar acerca do que fazem ao fim do dia para provar que o dia lhes tinha corrido bem.
1 - Morena 1:
Quando tiro os sapatos em casa e os atiro e eles ficam direitinhos quer dizer que o dia me correu bem!
2 - Morena 2:
Eu quando tiro o meu chapéu e o atiro para o bengaleiro e ele cai direitinho é porque me correu bem o dia!
3 - Loira:
Eu cá quando tiro as cuecas e as atiro e estas ficam coladas ao tecto é porque o dia me correu bem!

 

sobre sexo




1

Diário de uma actriz de cinema:
"Era de noite. Eu estava completamente nua, estava com a mão naquele objecto maravilhoso, ainda duro e seco.
Acariciei-o, fazendo-o deslizar nos meus seios. Ah, como é bom e sensível!
Naquele instante tive uma sensação do outro mundo. E ele continuava a descer em direcção à minha barriga, e cada vez mais para baixo. Até que senti um arrepio por todo o corpo. Nessa altura coloquei-o com jeito e senti que escorregava na minha mão, todo molhado.
Suspirei e lancei outro olhar, para aquele objecto maravilhoso.
Respirei suavemente.
- Ah!!! Como é bom tomar banho com Sabonete LUX!".

2

A mãe babosa, elogiava o seu bebé, acabado de nascer:
- É linda, não é? Os olhos são os do pai, mas a cara é tal e qual a do meu marido!

3

Morrem três raparigas, vão ter com o S. Pedro e este diz:
- Estamos com pouco espaço e para não entrar toda a gente vou fazer-vos um pequeno teste:
Para a 1ª senhora: qual foi a 1ª mulher na terra?
- É fácil: foi a EVA.
- Pode entrar.
Para a 2ª senhora: Qual foi o 1º homem na terra?
- Foi Adão.
- Pode entrar.
E a outra pensa: "Isto é super fácil!"
- E para si: qual foi a 1ª coisa que Adão disse a Eva?
Diz a mulher muito baixinho:
"Eh pá, isto é mais difícil do que eu pensava!"
- Pode entrar.

4

- A minha mulher fugiu hoje com o meu melhor amigo.
- Sim? E quem é ele?
- Não faço a menor ideia. Só sei que agora é o meu melhor amigo.

5

"Querido diário:
Hoje o meu namorado convidou-me pela primeira vez para jantar.
Diz nutrir por mim um amor platónico.
Como não sei o que é, pelo sim, pelo não, tomei banho."

6

Vai uma senhora a uma farmácia e pede ao farmacêutico:
- Por favor, dê-me uma compressa!
- Devagarinho, até lhe dou duas!

7

Era uma vez, um pastor que tinha, naturalmente, um rebanho de ovelhas e o respectivo carneiro para assegurar a continuidade do rebanho. Ora, aconteceu um dia uma fatalidade ao carneiro. Deu-lhe uma doença qualquer e morreu, facto que deixou o pastor muito aflito. Foi então ter com um pastor vizinho e contou-lhe o sucedido:
- Pois‚ amigo, nem queira saber, estou muito preocupado pois morreu-me o meu carneiro e está a aproximar-se a época do cio. Por isso vim falar consigo a ver se me emprestava o seu carneiro para fazer a cobrição das ovelhas, senão fico desgraçado.
- Ó compadre, pois não precisa ficar assim preocupado. Olhe não lhe posso emprestar o carneiro porque também não o tenho nem preciso.
- Não precisa? Então como é que faz?
- É muito simples: quando chega a época agarro nas ovelhas, levo-as para o monte, para um sítio assim a modos que isolado, que não tenha ninguém à volta, entende? E depois sou eu próprio que faço a cobrição, simples!
- Não me diga, compadre! E resulta? Como é que sabe depois quais são as ovelhas que estão cobertas?
- Se resulta! É muito simples: de manhã levanto-me e vou à janela. As ovelhas que estiverem ao sol, não ficaram cobertas. As que estiverem à sombra, ficaram!
E o pastor, acreditando naquelas tangas todas, assim fez. Meteu as ovelhas todas em cima da camioneta e levou-as para o monte onde ele próprio se dispôs a fazer o serviço que deveria ser feito pelo carneiro...
Chegou a casa estafadíssimo e tarde, já se vê. Nem quis comer nem nada.
A mulher ficou um pouco admirada mas não disse nada. Até que no outro dia de manhã mais admirada ficou quando já a manhã ia avançada e o marido ainda a dormir, nem tinha feito a ordenha nem nada:
- Ó Maneli! Acorda hóme que já é tarde!
- Ó Maria já vou. Olha faz-me um favor, vai ali à janela e diz-me quantas ovelhas estão à sombra!
- Olha, à sombra não está nenhuma. Estão todas ao sol.
Não tinha dado resultado. De modo que, toca a carregar novamente as ovelhas para cima da camioneta monte acima até um sítio isolado e toca de ... bem, já sabem a fazer o quê às pobres das ovelhas.
Volta a casa ainda mais fatigado, foi chegar e pôr-se logo a dormir. A mulher já começava a desconfiar mas mesmo assim não se manifestou.
De manhã, já tarde, meio ensonado, diz para a mulher:
- Ó Maria, vê-me lá se está alguma ovelha à sombra e vem-me dizer.
- Ó Maneli, não está nenhuma nem à sombra nem ao sol! Estão todas em cima da camioneta!...

8

Um entrevistador de uma companhia de produtos químicos bateu a uma porta e foi atendido por um cavalheiro de meia idade. Perguntou ao senhor se não se importava de responder as umas perguntas e, com o consentimento deste, fez-lhe a primeira:
-"Para que efeitos usa o senhor a vaselina ??"
O cavalheiro respondeu-lhe: -"Para tratar a pele seca, os lábios rebentados e para fazer sexo…".
O inquiridor deu um passo atrás, manifestamente surpreendido, e disse-lhe : -"Bom, as duas primeiras são respostas frequentes, mas a terceira não se importa de me explicar melhor…".
O inquirido respondeu-lhe:
-"É fácil…, besunto os puxadores da porta do meu quarto…, e mantenho as crianças afastadas".

9

Uma velhota chega à cidade com uma cesta cheia de pintainhos!
Dirige-se a um prédio e fala com o porteiro:
V- Bom dia, eu queria comprar este prédio.
P- A senhora desculpa, mas estes andares estão todos vendidos e os donos não querem vender!
A velha desiste e vai até ao centro comercial Brasília.
Vira-se para o segurança.
V- Bom dia, eu queria comprar este edifício.
S- Oh minha senhora, este edifício não está à venda, e as lojas estão todas ocupadas.
Mais uma vez a velha desiste e dirige-se ao edifício da Câmara.
Fala com a recepcionista:
V- Bom dia, eu queria comprar este edifício.
R- O minha senhora, este edifício é da Câmara, e não está à venda.
De qualquer maneira onde é que a senhora tinha dinheiro para comprar este edifício!
V- Ai não que não tinha!
R- Ai sim, então explique lá como é que tinha!
V- Pois saiba que a minha filha escreveu lá para a terra a dizer que tinha vendido o pito, e que tinha comprado um apartamento, dai que eu com estes pitos todos posso muito bem comprar este edifício.

10

No meio da aula de Geografia, o Joãozinho chega para a professora e pergunta:
- Professora! Lâmpada é boa para chupar??
- Que é isso Joãozinho? Imagina! Quem que te falou uma coisa dessas?
- Meu pai! Ontem eu passei na frente do quarto dele e ouvi ele dizer para a minha mãe: Agora apaga a luz e chupa!

11

- Mamãe, a bunda amarrota-se?
- É claro que não! Porquê?
- Eu ouvi o papai falando para um amigo dele que ia passar o ferro na bunda da empregada!

12

A madre superiora consulta um importante cirurgião plástico.
- Doutor! Na semana passada o nosso convento foi invadido por três assaltantes e um deles tirou a virgindade de uma das filhas de Jesus. Será que o senhor poderia nos ajudar?
- Me desculpe, Sóror - respondeu o médico, sem jeito. - Mas eu não faço esse tipo de operação. Eu poderia...
- Não, não! Não queremos reconstituição do himem! Eu gostaria que o senhor apagasse aquele ar de felicidade do rosto dela.

13

O filho vira-se para o pai:
Filho - Ó pai, hoje tive a minha primeira experiência sexual!
Pai - Ai foi? Senta- te aqui no colo do pai e conta-me como foi...
Filho - Não posso pai.
Pai - Então???
Filho - Tenho o cu dorido.

14

Um puto pergunta ao pai:
- Ó pai, o que é a realidade virtual?
- Bem, isso é um pouco difícil de explicar - respondeu o pai - Vamos ver um exemplo. Vai perguntar à tua irmã se por 500 contos ela é capaz de dormir com o vizinho aqui do lado.
O puto assim fez. Chegou ao pé da irmã e perguntou:
- Ó mana, por 500 contos tu eras capaz de dormir com o vizinho do lado?
- Sim, respondeu a irmã, por 500 contos era capaz. Dormia, sim.
O puto voltou para junto do pai e contou-lhe o resultado da consulta à irmã. Então o pai mandou-o fazer a mesma pergunta à mãe. O puto assim fez:
- Ó mãe, por 500 contos tu eras capaz de dormir com o vizinho do lado?
- Bem, respondeu a mãe, por 500 contos eu era capaz.
O puto voltou junto do pai e disse:
- Ó pai, a mãe também disse que sim!
- Estás a ver, meu filho, virtualmente nós temos 1000 contos cá em casa. Na realidade temos duas putas.

15

Ao entrar para a nave que o levaria à lua o primeiro astronauta, Neil Armstrong, o primeiro astronauta, acenou para a multidão e disse:
"Boa sorte, Sr. Miller!"
Os jornalistas presentes ficaram intrigadíssimos e, quando ele regressou perguntaram-lhe:
- Senhor Armstrong, o quê que o Sr. queria dizer com aquela frase que proferiu antes do embarque?
Aí, Armstrong colocou um ar muito sério e respondeu:
- Vocês vão-me desculpar, mas isso é uma questão muito pessoal, de modo que não vou responder. Vocês desculpem lá , mas isso é do meu foro íntimo.
Passados muito anos, um dos jornalistas presentes encontrou Armstrong na praia resolveu abordá-lo: - Sr. Armstrong, agora que já passaram tantos anos o Sr. bem que poderia satisfazer a minha curiosidade. Afinal o que quis dizer com aquele "boa sorte Sr. Miller"?
- Ó pá, você desculpe lá, mas como eu disse na altura, isso é um assunto pessoal e eu não gostaria de falar sobre ele.
- Mas, retorquiu o jornalista, isso já foi há tantos anos, eu não vou publicar porque a notiícia perdeu todo o interesse. É mesmo só para satisfazer a minha curiosidade.
- Bem, sendo assim, disse Armstrong, eu vou contar-lhe:
Sabe, quando eu era puto a minha casa ficava mesmo ao lado da casa dos Millers. E um dia, enquanto em brincava no jardim, ouvi o Sr. Miller gritar para a mulher:
"Sexo oral? Nem penses, só quando este tipo aqui do lado puser o pé na lua!"

16

Quatro amigos conversavam sobre os filhos.
- Eu tenho cinco garotos. Uma equipa de basquetebol completa! - gaba-se o primeiro.
- Eu tenho seis! Uma equipa de vólei! - diz o segundo.
- Grande coisa. Eu tenho onze! Uma equipa de futebol! - exagera o terceiro.
Como o quarto ficava calado, os outros perguntaram. E tu, quantos filhos tens?
- Filhos? Nenhum. Mas mulheres tenho dezoito. Um campo de golfe oficial!

17

Uma mocinha de 12 anos disse para a de 15:
- A minha macaquinha já tem pelinho!
- E a minha já come banana, respondeu a outra.

18

O menino Juselito chegou todo orgulhoso a casa e disse ao pai:
- Esta noite fodi p'ra caralho!
- Então deves estar muito cansado, disse o pai.
- Não, não. Não estou nada. O Faustino é que está. Eu, muito esperto, fiquei só deitado de bruços. Ele é que ficou a fazer o vai-vem.

19

Durante as navegações, se as tripulações em geral padeciam com as longas viagens, imaginem os corsários, que tinham que evitar diversos portos! Com a carência de escalas, os piratas serviam-se solitariamente de barris para aliviar a falta de mulher. Cheio, o barril era fechado e lançado ao mar.
Um destes, foi conduzido por uma corrente marítima tão fria que, meio congelado, acabou nas praias de um convento. Após um ano, as freiras que ainda não tinham parido estavam para fazê-lo. Apreensiva com tanta gravidez inesperada, e já livre de seu fardo, a superiora foi visitar a irmã fofoqueira, que breve seria aliviada.
- Irmã, você que sempre sabe de tudo, recorda-se de algo que explique estes factos?
- Madre, lembro-me que acerca de um ano, encalhou na praia um estranho barril. Seu conteúdo parecia chope, mas não era...
- Sim, irmã, e o que aconteceu depois?
- A madre disse que devíamos sempre exaltar a Obra Divina, até mesmo com coisas aparentemente inúteis...
- Sim, irmã, e daí?
- Seguimos o seu conselho, e resolvemos usar aquela estranha matéria para fazer velas!

20

Num comboio de Lisboa para o Porto, iam sentadas no mesmo banco mãe e filha e, no banco à sua frente, um vendedor. A garota, cerca de vinte anos, começou logo no inicio da viagem a dar mostras de indisposição. Contorcia-se, agarrava-se ao abdómen, estava pálida e aos vómitos. O vendedor, aflito com a situação em que a garota se encontrava, pergunta à mãe:
- Desculpe minha senhora, foi comida?
- Foi sim... mas casa para a semana que vem!

21

Um inquiridor bate a uma porta e é atendido por uma senhora já de certa idade. Depois de lhe explicar o que andava a fazer, perguntou-lhe o que pensava da violência e sexo na televisão. A velha senhora respondeu-lhe:
-"Ah, eu cá quando me sento a ver televisão é para ver a telenovela e não o que o resto da família anda fazendo…".

22

Um homem morreu e foi para o inferno. Quando lá chegou admirou-se de aquilo ser tudo tão diferente do que ele pensava. Um grande bar, ricamente decorado e fornecido das melhores bebidas do mundo. Umas dezenas de mulheres louras e esculturais. Enfim, tudo o que ele não esperava encontrar no inferno.
Aproximando-se do barman pediu-lhe um whisky velho. O Barman respondeu-lhe: -"Está a ver estas garrafas todas que estão nas prateleiras…, têm todas um buraco no fundo". "Bem, sempre há as mulheres…", comentou o homem. "Ah, essas… essas não têm…", respondeu-lhe o barman.

23

P: Qual a maior diferença entre mulher e homem ?
R: A mulher quer um único homem que lhe satisfaça as suas várias necessidades. O homem quer várias mulheres que lhe satisfaçam a sua única necessidade.

24

O director de um Jardim Zoológico andava desesperado com uma gorila que tinha entrado em cio. A gorila passava os dias e as noites aos urros. O director já tinha telefonado para todos os Jardins Zoológicos do país e do estrangeiro, mas nenhum tinha um gorila macho disponível. Então o director lembrou-se do Sr. Smith, um irlandês muito mal parecido e todo encorvado, que fazia a limpeza das jaulas e dava de comer aos animais. Mandou chamar o Sr. Smith ao seu gabinete e explicou a situação, não sem lhe deixar de dizer :
- "Olhe que isto não é de borla, estamos a pensar em 300 contos...".
O Sr. Smith pediu tempo para pensar e, no dia seguinte disse ao director."
- "Aceito, mas com três condições. Primeiro, nada de beijos na boca. Segundo, se nascer bebé terá que ser educado segundo a religião católica porque é a minha. Terceiro, tem que me dar uma semana, para eu arranjar os 300 contos..."

25

Uma mulher de 7 anos, você leva pra a cama e conta uma história.
Uma mulher de 17 anos, você conta uma história e leva pra cama.
Uma mulher de 27 anos, você fala: "Vamos pra a cama e deixa de história".

26

Uma mãe e a sua filha recém-casada vão ao médico. A filha muito a custo lá começa a dizer o que é que as lá levou:
- Sabe Sr. Dr. é que eu queria que nos aconselhasse ... Já nos conhece há algum tempo ... é o meu marido. ... Ele ... Ele ...
- Que é que tem o seu marido ? Ele está doente ?
- Não Sr. Dr. ele está bem ... Ele é que agora... Ele...
- Diga , diga ! Ele não cumpre os deveres de marido , é isso ?
- Não é bem isso ... é que ... Tenho vergonha . Mãezinha , diz tu.
- Sabe Sr. Dr., é o marido dela... Tem umas manias ... Ele ... Ele quer ir-lhe ao rabo. Pronto.
O médico muito espantado:
- A mim? Mas ele nem me conhece de lado nenhum!

27

Quando a filha começa a contar ao pai que tem um namorado, ele começa logo a perguntar:
- Ao menos é um rapaz poupado?
- É papá, olha ainda na semana passada quando lá fui a casa e os pais dele não estavam, a primeira coisa que ele fez foi apagar a luz!

28

De trás de uma moita, ouve-se:
- Ai! Zé, tira os óculos que me estás a magoar!
Passado pouco tempo:
- Porra Zé, põe lá a porcaria dos óculos que estás outra vez a lamber a erva!

29

Um naufrágio. Três sobreviventes: dois homens e uma mulher. Vão parar a uma ilha deserta ...
Passado um mês resolveram matar a mulher devido à vida porca que levavam.
Passado mais um mês resolveram enterrá-la devido à vida porca que levavam.
Passado outro mês resolveram desenterrá-la devido à vida porca que levavam.

30

Um médico faz o diagnóstico de cancro a uma senhora, mas explica ao marido que pode salvar a mulher se ele durante três meses abdicar do coito com a mulher e passarem a praticar o sexo anal. Disse-lhe que ele teria de explicar à esposa e que ela teria de compreender e consentir.
A senhora compreendeu, consentiu, e passados os três meses voltaram ao consultório. Só que o médico reparou que a senhora vinha muito triste:
- Então como é que a senhora se sente hoje?
- Sr. Dr. Eu sinto-me bem, acho até que estou curada ...
- Então e a senhora está assim triste porquê ?
- É que o Sr. Dr. deixou o meu pai morrer há seis meses com a mesma doença que eu tinha!

31

Havia um espermatozóide que era coxo, e coitado nunca chegava a tempo à saída da bolsa dos testículos, pelo que não sabia o que era a alegria de quando passavam todos contentes do homem para a mulher e passava a vida a lamentar-se.
Os outros então prometeram-lhe que da próxima vez o levariam ao colo à frente deles. E assim foi.
Ele lá saiu todo contente até que passado pouco tempo desata aos gritos:
- Traição ! Traição ! Caí numa sarjeta !

32

Vem um homem todo contente aos gritos por uma rua abaixo :
- Sou um homem! Eu sou um homem!
De vez em quando ele lá parava, até que levantava os braços e desatava aos saltos e ia outra vez rua abaixo:
- Sou um homem! Sou um homem mesmo a sério!
Até que alguém o abordou:
- Oh homem que raio de gritaria é essa? Toda a gente vê que você é um homem, porque é que você vem tão satisfeito afinal?
- É que acabei de levar no pacote e não gostei! Sou um homem !

33

Um casalinho de namorados estava num banco de jardim, beijo daqui beijo dali, apalpadelas, beliscões. Até que ele lhe pergunta se pode meter o dedinho na coisinha dela. Ela faz-se muito esquisita e depois de muita insistência ela lá concorda:
- Mas com cuidado que sabes muito bem que eu quero casar virgem.
- Está bem, vais ver como tu até gostas!
Passado um bocado ela lá consegue disfarçar e fazer uma cara de zangada :
- Zé pára que me estás a magoar com o anel!
- Mas filha, não é o anel que eu tirei-o... Só se for o relógio!

34

Havia uma professora que não tinha ensinado nada aos alunos, e então recebeu uma carta a avisá-la que iria receber em breve a visita de um inspector.
Ela então explicou aos alunos o que se ia passar, e que eles não deveriam ficar nervosos, equando não soubessem alguma coisa que ele lhes perguntasse, que olhassem para ela que ela iria arranjar uma maneira de ajudá-los.
Assim foi, no dia da visita o inspector escreve no quadro a letras grandes CANETA.
- Pode ser esse menino aí na primeira fila. Leia isto em voz alta.
O garoto olha para a professora, que enquanto o inspector estava a escrever pegou numa caneta e começa a soletrar:
- Ca-ne-ta!
- Sim senhor, agora isto. - e volta a escrever, desta vez BORRACHA - Você aí ao lado agora.
Mesma cena, e o garoto:
- Bo-rra-cha!
- Hum, afinal isto não está assim tão mal quanto diziam. Bem mais uma vez, agora aquele menino lá no fundo. - E ele escreve SINO.
O garoto aflito a olhar para a professora que estava a sacudir a mão fechada para cima e para baixo como quem está a tocar o sino.
- Pu-nhe-ta!

35

A Isabel casou-se e foi morar para o andar de cima, mas mesmo assim continuava a comer com os pais.
Certo dia a mãe chama a Isabel e ela:
- Já vou mãe, não demoro.
Diz o Xico (o irmão mais novo):
- Não demora não!... Eu sei o que é que eles estão a fazer.
A mãe:
- Deixa de ser parvo e cala- te! Isabel, anda para a mesa!
- Já vou mãe!
- Eh eh eu sei o que eles estão a fazer!
O puto leva um tabefe e cala-se.
Passado quase meia hora:
- Isabel, filha, despacha- te que a comida fica fria!
Diz a filha quase a chorar:
- Oh mãe já vou ...
O Xico então desata a rir :
- Eu sei o que eles estão a fazer ... A Isabel pediu-me o tubo da vaselina e eu dei-lhe o da cola!!!!

36

Uma rapariga ia a passar por um atalho no regresso da escola quando um fulano qualquer a agarra pela cinta, a leva para o interior do bosque e a viola. No fim, o gajo talvez por remorsos:
- Agora que é que vais contar à tua mãe quando chegares a casa?
- Digo-lhe que a caminho de casa fui arrastada para a floresta por um tarado sexual que me violou duas vezes!
- Como assim duas vezes? Só te violei uma vez!
- Pois, mas é que normalmente só chego a casa por volta das cinco da manhã.

37

Uma mulher vai ao médico para este lhe receitar um remédio para a impotência do marido. Ele receita-lhe umas gotas só que se engana e na prescrição engana-se e acaba por escrever 30 gotas em vez de 3.
No outro dia aparece lá a senhora.
- Então Dona Amélia? De novo por aqui? Não me diga que o remédio não deu resultado.
- Deu, deu ! Vinha agora era pedir uma espécie de antídoto que é para ver se os homens da funerária conseguem fechar o caixão...

38

Pai e filho vão sentados num autocarro cheio, entra uma senhora e o pai diz ao filho para ele se levantar e dar o lugar à senhora. Como o filho começa a torcer o nariz o homem não tem outro remédio senão levantar-se ele para dar o lugar.
Quando chegam ao fim da viagem diz o pai :
- Ouve lá, tu não tens vergonha? Foi essa a educação que eu te dei? Porque é que não te levantaste quando eu te disse para dar o lugar à senhora?
- Ora essa, se não és tu que tens uma foto com a mãe em que ela está de pé e tu estás ali sentadinho que nem um fidalgo ...
- Pois é. Mas é que quando tirámos essa fotografia, estávamos casados há quatro dias, nem a tua mãe se podia sentar, nem eu me tinha de pé!

39

- Mãezita ... Pede a avó para me pôr a fazer xixi...
- Não é preciso filho, eu ponho!
- Nããããoo ! Eu quero a avózinha!
- Mas porquê ? Não‚ a mesma coisa?
- Não, a mão da avó treme muito mais...

40

Um garoto vê a mãe toda nua e pergunta-lhe:
- Ó mãezita, o que é isso que tens aí com tanto pêlo?
- É ... Hummm, é uma escova de dentes ...
E o garoto sai todo divertido, ao que a mãe pergunta:
- De que é que te estás a rir ?
- Nada. É que ontem vi o paizinho a lavar os dentes com a escova da empregada.

41

Uma garota muito novinha (e precoce, pelos vistos) muito assustada, mostra a vagina toda ensanguentada a um colega de brincadeiras.
Ele desata a rir-se com ar trocista :
- Ah ah ah!!! Tás lixada!... Cortaram- te a piroca!

42

- Eh pá! Agora há dias impedi uma violação!
- Ah sim? E como é que fizeste isso.
- Já estava um bocado cansado, a gaja corria que se fartava ... Olha, para dizer a verdade, já estava a ficar farto daquilo ... E parei de correr atrás dela!

43

João, 5 anos:
- Oh pai, uma garota com 6 anos pode ficar grávida?
- Claro que não! Que raio de conversa é esta?
- Ai a vaca da Joana que me fez vender os patins para pagar o aborto!

44

Uma garota estava entretida a brincar com o cão.
- Mamã já viste que cada vez que dou um bocadinho de bolo ao Bobi ele dá ao rabo?
- Vê se guardas um bocadinho para a mamã dar ao papá logo à noite!...

45

No banco:
- A assinatura do cheque está tremida!
- Claro que está tremida, só nessas alturas é que eu consigo que o meu marido me assine os cheques!...

46

Um casal que estava um pouco mal de finanças começou a discutir.
- Se tu soubesses cozinhar, podíamos dispensar a cozinheira e já era algum que se poupava!
- Ora, e se tu soubesses foder podíamos dispensar o jardineiro!

47

Estavam dois amigos a conversar, sendo um deles ilusionista.
- "Eh pá, tens que me fazer uma magia! Sabes que eu gramo essa cena à brava!", disse o primeiro
- "Não me está a apetecer", respondeu o mágico
- "Anda lá pá, faz lá!"
- "Ok! Então despe-te"
- "O quê?"
- "Eh pá despe-te! Faz parte da magia..."
E o outro lá se despiu
- "Agora abre as pernas, vira-te de costas e apoia- te na parede... Estás a sentir o meu dedo no teu cu?...", disse o mágico
- "Sim..."
- "... Então olha agora sem mãos...Isto é magia!"

48

Dois pénis no cinema:
- "Qual é o filme de hoje?"
- "Pornográfico"
- "Porra, lá vamos nós ter que ficar de pé!"

49

No dia em que o Manel fez 18 anos o pai dá-lhe 10 contos para ele "ir" às "meninas". Ia o Manel na rua quando encontra a avó:
- Olá Manelito, onde vais?
- Oi! Vou às meninas, o pai deu-me 10 contos!
- O Quê? Vais gastar 10 contos em meninas? Anda cá que eu faço- te o serviço de graça.
E assim foi... Chega o Manel a casa e pergunta o pai:
- Então Manel, como é que foi?
- Olha, encontrei a avó no caminho e ela fez-me o serviço de graça.
- Oh seu cabrão, então tu "foste" à minha mãe?
- Porquê? Tu não vais á minha?

50

Um fulano entra numa farmácia, quase à hora de fechar, cheia de clientes de última hora.
Esbaforido, nem espera pela vez, e vai dizendo logo da porta:
- Quero uma camisa de vénus!
Perante o imediato incómodo das várias senhoras presentes, o farmacêutico decide admoestá-lo:
- O senhor não acha que devia ter cuidado com a língua?
O tipo pensa um bocadinho e responde:
- Eh pá! Você tem razão. Quero DUAS camisas de vénus!

51

Na noite de casamento diz ela para o esposo que se mostrava um pouco desinteressado:
- Olha querido, sabes, na noite de casamento, normalmente é suposto os noivos fazerem ...
- Fazer o quê?
- Sabes, aquilo!...
- Aquilo o quê?
- Aquilo que vês os cãezinhos fazer na rua...
- Porra! Não me digas que vou ter de andar toda a noite a mijar contra a parede!

52

- Que lindo vestido tu tens. É mesmo pele ou é imitação?
- Então não vês que é pele mesmo?
- Deve ter-te custado os olhos da cara, não?
- Os olhos da cara? Os olhos da cara!?!? Não, custou-me foi o olho do...

53

Um jovem tentava convencer a namorada a fazerem amor dentro do Jeep. Mas ela negava-se, dizendo que tinha medo de ser vista. Finalmente o jovem venceu a resistência da namorada, sugerindo-lhe que fossem para debaixo do Jeep onde ninguém os poderia ver.
Passado um bocado um polícia aproximou-se e tocou no ombro do jovem, perguntando-lhe :
- "Ó amigo, o que está a fazer aí ?"
O jovem, sem se voltar, respondeu: -"Estou a arranjar a transmissão do carro".
- "Já agora arranje também os travões, pois o Jeep foi pela ribanceira abaixo", respondeu-lhe o polícia.

54

Um homem vai visitar uma princesa, cuja casa, digna do seu título, estava mobilada com os mais nobres materiais, um luxo. Quando se ia sentar num também luxuoso sofá onde estava um saco, o homem foi interrompido pela princesa:
- "Cuidado com os tomates!".
Vendo o saco no sofá, disse:
-"Ah, o saco tem tomates."
Ao que a princesa respondeu:
-"Não, não, tem é pregos".

55

Diz ele todo animado:
- Não vai doer nada, querida. É só a cabecinha.
Responde ela desconfiada:
- Não sei não, o caralho não tem ombros...

56

Sabem porque é que os tipos solteiros são muito magros e os tipos casados muito gordos?
É que o tipo solteiro, chega a casa, vai ao frigorifico, abre a porta, olha lá para dentro e diz:
- É sempre a mesma merda!
E vai para a cama.
O tipo casado, chega a casa, vai ao quarto, abre a porta, olha lá para dentro e diz:
- É sempre a mesma merda!
E vai até ao frigorifico!

57

Um cantor popular obteve um enorme sucesso com uma música intitulada “Eu quero tu”. Toda a letra da música era nesse estilo: “Eu só quero tu, eu amo tudo, eu faço tudo por tu”...
Uma revista resolveu entrevistar o autor de tão popular sucesso. Já na casa do cantor, o jornalista fez a sua primeira pergunta ao artista: “diga-me lá como é que se lembrou dessa frase “Eu só quero tu”? Responde-lhe o cantor: “já lhe explico, deixe-me só ir buscar uma Tota-Tola”.
Parece que o cantor trocava os C’s pelos T’s...

58

Um beduíno ia a passar no deserto quando encontrou um homem, completamente nu, deitado de barriga para cima e de pau duro.
Estranhando, perguntou ao sábio:
- Eh pá, o que é que estás a fazer aí assim?
- Estou a ver as horas pelo sol, respondeu o outro.
O beduíno continuou a caminhada, deveras impressionado com a inteligência do tipo. No regresso voltou a encontrá-lo, mas desta vez o gajo estava a masturbar-se. Não resistindo, perguntou:
- Então, estás outra vez a ver as horas?
- Não, responde ele, estou a dar corda ao relógio!

59

Um detective estava à conversa com um amigo numa esplanada, quando três mulheres se sentaram a uma mesa cada qual a comer uma banana.
- Tu viste aquelas mulheres? Perguntou o amigo.
- Vi, mas não conheço nenhuma. Nem a prostituta, nem a freira, nem a recém casada.
- Como diabo é que tu sabes a profissão delas? Perguntou o amigo.
- É fácil, respondeu o detective. É só ver a maneira como elas comem a banana. A prostituta engole a banana de uma só vez. A freira como aos poucos, em pedacinhos.
- E a recém- casada, como foi que descobriste?
O detective colocou a mão na nuca e, fingindo segurar uma banana na outra mão, empurra a cabeça na direcção da banana imaginária, com a boca aberta!

60

- Mãezinha, estou muito decepcionada com o Chico. Há um ano que estamos casados e ele não quer variar.
- Dá tempo ao tempo, minha filha. Vais ver que um dia ele pede-te para virar. Vai aproveitando.
- Não, mãe. Ontem à noite eu insinuei que queria virar e ele ficou muito chateado. Disse que se virasse podia engravidar.

61

O Manel pergunta ao patrão:
- Sr. Joaquim, o Sr. poderia dispensar-me esta tarde? É que a minha mulher vai ter um filho.
- Ó homem, se é por causa disso está dispensado.
No dia seguinte, ao ver o Manel, o Sr. Joaquim, o patrão, perguntou:
- E então, correu tudo bem? É menino ou menina?
- Correu tudo muito bem, obrigado. Mas para saber se é menino ou menina vamos ter de esperar nove meses!

62

- O Sr prefere o sexo oral ou o sexo anal ?
- O oral, é claro. É muito melhor de hora em hora do que uma vez por ano...

63

Três ilustres membros da sociedade estava a definir o amor:
O Médico:
É, sem dúvida alguma, uma doença, pois acaba sempre na cama.
O Político:
Eu acho que é uma democracia, pois tanto dá prazer quando se está por baixo como quando se está por cima.
O Matemático:
É uma expressão algébrica, pois eleva um membro à sua potência máxima, fecha-o entre parêntesis, extrai-o até à raiz e reduze-o ao mínimo.

64

- Mamãe, posso ir acampar com o meu namorado, posso?
- Podes filha, mas tem cuidado. Vai haver uma altura em que ele vai querer saltar-te para cima. Não o deixes fazê-lo que isso desonra a nossa família.
Na volta:
Mamãe, bem que a senhora me avisou. De madrugada ele tentou subir em mim, mas eu fui mais rápida. Subi nele primeiro e desonrei a família dele.

65

Um tipo convidou o amigo para um cruzeiro pelas ilhas gregas.
- Olha, pá! Este cruzeiro vai cheio de mulheres boas. E nós somos os únicos homens! É melhor ires abastecer- te ali à farmácia.
O amigo foi à farmácia e quando voltou disse:
- Pronto. Já fui! comprei um preservativo e um comprimido pró enjoo!
- Só um? - perguntou o outro - Aquilo vai estar cheio de mulheres boas! E olha que são quinze dias!
O amigo voltou à farmácia e pediu a mesma dose. Voltou e disse:
- Já está! Comprei mais um preservativo e outro comprimido!
- Tu és parvo, ou quê? Isso não dá pra nada! Vão ser 15 dias no meio de mulheres boas!
O amigo voltou à farmácia e pediu mais um preservativo e um comprimido pró enjoo. Aí, o farmacêutico, estranhou e perguntou-lhe:
- Desculpe, eu sei que não tenho nada com isso, mas se você enjoa, porque é que insiste?

 

66

Um tipo entrou no comboio, correu para janela e gritou para o casal que o acompanhara:
- Tchau, Paulo! Adorei o fim de semana! A tua mulher e óptima na cama, muito boa mesmo!
Intrigado, o passageiro do lado não conteve a curiosidade e disse:
- Desculpe. Não me leve a mal, mas o senhor disse mesmo ao tipo que a mulher dele é boa na cama?
O outro confessou baixinho:
- Sabe como é... Ela até que é bem ruinzinha, mas eu não quis ofender o Paulo.

67

Certo dia, um homem e uma mulher encontraram-se num elevador. Ela carrega no 2º e ele no 5º.
Ela pergunta:
- O senhor não está aqui para dar sangue, pois não? Pagam-me 1000 escudos por cada cc.
- Não, responde ele. Estou aqui para doar esperma. Pagam-me 5000 escudos por cada cc.
Passado um mês voltam a encontrar-se no mesmo elevador. Ela carrega no 5º e ele diz-lhe:
- Desculpe, mas a senhora enganou-se a carregar no andar.
Ela respondeu negativamente, abanando a cabeça, sem poder abrir a boca.

68

- Mestre, como é que eu sei realmente se sou homem?
Confúcio pôs-lhe a mão na cabeça e disse:
- Para saberes se és realmente um homem, tens de por as mãos no meio das pernas e encontrar duas bolas. Porém, se encontrares 4 bolas não penses que és um super- homem. Na realidade estarás somente a ser enrabado.

69

Um tipo, enrolado debaixo dos lençóis, começa a acariciar a mulher.
- Desculpa, querido, mas amanhã tenho de ir ao ginecologista e quero estar fresquinha.
O tipo vira-se para o lado, dá voltas na cama e volta à carga:
- Olha lá, e amanhã também tens dentista?

70

Um tipo entra num elevador onde já se encontra uma miúda boazona. Começam a descer e ele diz:
- Desculpa eu dizer isto, mas estou a sentir o cheiro do teu sexo.
- Não estás nada, respondeu ela indignada.
- Ah!, então deve ser dos teus ténis...

71

Numa festa, pediram a um tipo para definir o clitóris.
Esperem um pouco, disse o tipo, está na ponta da língua.

72

Casada há menos de um mês, a filha chega a casa da mãe toda roxa.
- Mamãe, o Pedro bateu-me.
- O Pedro? Pensei que ele estava a viajar.
- Também eu...

73

Como o Céu estava a ficar muito congestionado, Deus decidiu modificar as normas para ingresso nos portões celestiais. Para ser admitido no Céu, o dia da morte deveria ter sido um dia realmente terrível. A lei entraria em vigor à meia-noite do dia seguinte.
À meia-noite e 1 minuto do dia seguinte chegou a primeira pessoa aos portões do Céu. O anjo encarregado do portão, lembrando-se da nova lei, disse ao homem:
- Antes de entrares, preciso que me contes como foi o dia da tua morte.
- Sem problemas, disse o homem. Há já algum tempo que eu vinha desconfiando que minha mulher tinha um caso. Eu acreditava que todos os dias na hora do almoço ela trazia o seu amante para o nosso apartamento que ficava no 25º andar de um prédio e fazia sexo com ele.
Ontem, resolvi ir para casa e apanhá-los em flagrante. Cheguei lá, entrei, e comecei a procurar o rapaz. Minha esposa estava seminua a gritar comigo enquanto eu revistava o apartamento. Mas não conseguia encontrá-lo em local nenhum! Quando estava quase a desistir, olhei para a sacada do prédio e percebi que havia uns dedos pendurados lá. O diabo do rapaz achava que se poderia esconder de mim! eheheh! Corri lá para a sacada e bati nos seus dedos do tipo até que ele largou e caiu lá de cima. Mas não pode imaginar na sorte dele, pois caiu em cima de alguns galhos que amorteceram sua queda e não morreu. Num acesso de raiva entrei no apartamento e procurei a coisa mais pesada que tinha para lha atirar em cima. Desliguei o frigorífico da tomada e, com raiva, atirei-o lá do 25º andar bem em cima dele.
A emoção do momento foi tão grande que em seguida tive um ataque do coração e morri quase que instantaneamente.
O anjo sentou-se pensou por alguns instantes. Tecnicamente o rapaz teve realmente um péssimo dia e o crime dele foi passional. E disse:
- OK, senhor. Benvindo ao Reino dos Céus!, e deixou-o entrar.

Poucos segundos depois chegou o segundo da fila.
- Ok, as regras são estas: antes de te deixar entrar, preciso ouvir a respeito do dia de tua morte.
- Claro. Respondeu o homem. Eu estava na sacada do meu apartamento no 26º andar a fazer os meus exercícios diários quando escorreguei e caí pelo lado lateral da sacada! Por sorte fui capaz de me segurar na sacada imediatamente abaixo da minha. Qual não foi a minha surpresa quando apareceu um homem maluco que começou a bater nos meus dedos até que eu caí lá de cima. Eu caí em cima de algumas árvores e os galhos amorteceram a minha queda, de modo que não morri de imediato. Quando estava lá, de rosto pra cima, incapaz de me mover e gemendo de dor vi o homem empurrar um frigorífico pela sacada. Este caiu exactamente em cima de mim e matou-me.
O anjo, quieto e rindo para si mesmo enquanto o homem terminava sua história, pensou e disse:
- Muito bem, Benvindo ao Reino dos Céus!, e deixou o homem entrar.

Segundos depois chegou o terceiro homem do dia.
- Conte-me como foi o dia em que você morreu, disse o anjo.
- Bem, eu conto, mas você não vai acreditar. Eu estava nu dentro de um frigorífico...

74

Um jovem militar pára-quedista conta pelo telefone ao pai o seu primeiro salto de
pára-quedas. Eis a conversa:
- Pois, pai hoje eu saltei pela primeira vez de
pára-quedas, mas estava cheio de medo.
- Sim, filho e o que aconteceu ?
- Bem, eu era o último da fila e quando chegou a minha vez, assustei-me com a altura e a deslocação do ar.
- Sim e depois...
- Depois como eu me recusei a saltar o sargento que estava atrás de mim disse:
"Rapaz, olha que eu sou paneleiro e estamos aqui sozinhos. Por isso ou saltas ou terás de te haver comigo !"
- E tu filho, saltaste, claro.
- Ao princípio um bocadinho mas depois
habituei-me.

75

Um belo dia uma prostituta foi presa pela 7ª vez. Como já estava a passar das marcas teve que ir a tribunal. Já no tribunal diz o Juiz:
- Então... a senhora é que é a acusada?
Responde prontamente a prostituta:
- Não, não Sr. Doutor ! A acusada é a minha colega, eu sou a abroxada.

76

Uma mulher estava grávida de dois gémeos e, num tiroteio, foi atingida por duas balas que acertaram, precisamente em cada um deles. O médico disse-lhe que o estado deles não era grave e para que ela deixasse que eles nascerem e crescerem, que as balas sairiam por si próprias...
Passado uns anos, chega-se um dos gémeos à mãe:
- Mãe! Quando estava a fazer chichi, esta bala caiu!
Então a mãe contou-lhe o que lhe tinha acontecido e porque é que a bala tinha saído do corpo dele. Até que chegou o outro gémeo:
- Mãe! Aconteceu uma coisa terrível!
- Pois, meu filho, eu sei. Estavas a fazer chichi e caiu-te uma bala não foi?
- Não! Estava a bater à punheta e matei a avó!

77

Três mulheres muslim, morrem e chegam juntas às portas do céu islâmico, onde são recebidas por Alá, que pergunta para a primeira:
- Como você usou a xoxota quando estava viva?
- Usei 90% para sexo e 10% para mijar
- Pode passar. E você?
- Usei 50% para sexo e 50% para mijar
- Passa. E você? - perguntou para a ultima.
- 10% para sexo e 90% para mijar - respondeu orgulhosamente.
- Sinto muito mas não posso deixar você entrar.
- Essa não! Como é possível! Porquê?
- Minha filha, isto aqui é paraíso, não é mictório.

78

- Bom, vamos com calma. porque é que o senhor quer o divórcio?
- A minha mulher é uma preguiçosa e é uma péssima dona de casa, e eu estou farto de chegar a casa e de ver a nossa cama cheia de parasitas.
- Bom, não me parece ser motivo suficiente para o divórcio.
E o que me diz a senhora?
- Sr. Dr. Juiz, o meu marido é um ordinário. Não ouviu o que ele chamou aos meus amigos?

79

- Qual a diferença entre Lisboa e uma virgem?
- É que Lisboa... será sempre Lisboa!

80

"Querida mãe,
A lua de mel é mesmo uma coisa fantástica, fabulosa. Meu marido anda tão apaixonado que aproveita qualquer oportunidade para fazer amor. Não tenho paz, no quarto, na sala, ou na cozinha. mas estou a divertir-me muito.
Beijos a todos.
PS - desculpe a letra ir tremida".

81

Dois rapazinhos delicados, realmente muito delicados, estão a conversar numa esplanada em Lisboa, quando passa por eles uma daquelas garotas de provocar terramotos. Subitamente, um deles empalidece e murmura entre os dentes:
- Meu Deus, mas... ela é LINDA !
O outro assusta-se:
- O que é isso querida? Está tendo uma recaída?
Já refeito da emoção o primeiro desculpa-se:
- Não foi nada, só que as vezes eu acho que devia ser lésbica.

82

Excerto de uma conversa entre o psiquiatra e o seu paciente:
- Então diga lá qual o seu problema?
O doente, um bocado encolhido, diz a custo:
- Sabe, estou preocupado com o meu futuro. A história já vem de longe:
Meu pai gostava de homens... meu avô... também...
- E o seu bisavó?...
- ... Também...
- Então não há na sua família ninguém que goste de mulheres?
- Bem... sabe... pois... que me lembres só a minha tia Maria!

83

- O que é que vais pedir para o Natal?
- Vou pedir uma bicicleta! E tu?
- Eu vou pedir um tampax.
- Um tampax?! E isso o que é?
- Não sei, mas deve ser bestial porque podes nadar, montar a cavalo, esquiar, jogar ténis...

84

Depois de muita hesitação, os dois amigos da província resolvem experimentar a tal troca de casais. Falam com as respectivas mulheres, que estranham a novidade, mas que acabam por aceitar. Na noite combinada, os quatro jantam juntos e, pelas 10 horas, os casais trocados, sobem para os quartos.
Alta madrugada, uma das mulheres suspira:
- Olha que para nós até foi bom! Mas eu gostaria de saber como se estão portando os rapazes.

85

Na noite de núpcias, ele está nervoso e pergunta:
- Querida... posso pedir-te para seres franca comigo?
- Claro! Diz lá!...
- Sou o primeiro homem que dorme contigo?
- Bom...se chegares a dormir, és.

86

A professora manda os meninos fazerem uma redacção sobre:
Religião, Monarquia e Sexo.
O menino Carlinhos é o primeiro a acabar, escassos minutos depois. A professora surpreendida, pede-lhe para ele ler a redacção:
“Oh, meu Deus, disse a princesa. Que bom!

87

- Ai Sr. Dr.! Estou com tanto medo. Diga-me com franqueza: custa muito dar à luz uma criança?
- Não... minha senhora! Olhe, custa tanto como a fazê-la... pouco mais ou menos.
- Ai, Sr. Dr.! Não me diga que tenho de me pôr outra vez no FIAT 600 com um pé no volante e outro na janela!

88

- Paizinho, como é que os visons fazem para ter filhotes?
- Olha, meu filho, fazem o mesmo que as mulheres para terem visons.

89

Razões pelas quais o leite materno é melhor que o leite de vaca:
1º. É mais rápido.
2º. É mais limpo.
3º. É mais seguro, fora do alcance do gato.
4º. É mais fácil lidar com ele em quando em viagem.
5º. É apresentado em embalagem mais atraente.

90

Sabem porque é que a lã é virgem?
Porque a ovelha corre mais que o pastor!

91

Entre amigos:
- O batom que a minha mulher usa, parece ter um gosto diferente do das outras mulheres.
- É verdade... tem um sabor a laranja, não é?

92

O miúdo entra na farmácia e pede:
- Uma caixa de supositórios!
Pergunta o farmacêutico, atencioso:
- É para a conta da mãe?
- Não... é para o cu do meu pai.

93

Quatro enfermeiras falam das partidas que fizeram ao novo médico:
- Pus-lhe um algodão no estetoscópio! - diz a primeira.
- Eu troquei-lhe as fichas dos doentes. - diz a segunda.
- Encontrei preservativos numa das suas gavetas e furei-os. - diz a terceira
Foi então que a quarta desmaiou...

94

O Nelito e a Susaninha estavam a brincar. Nisto o Nelito começa a fazer xixi. Diz a Susaninha:
- Olha! Fazes xixi por um tubinho!
- Faço! E tu, fazes por onde?
- Faço por um buraquinho!
- A minha empregada que é mais grande que tu, faz xixi por uma escova!

95

Uma senhora seguia pelo passeio, com duas filhas pela mão, uma de cinco e outra de três.
De repente, a mais velha chama a irmã e diz-lhe:
- Olha, mana! Um preservativo ali na sarjeta!
- Ó mana, o que é uma sarjeta?

96

Uma mulher, farta dos pontapés e das estaladas que o marido lhe dava quando estavam na cama, decide separar-se e pôr um anúncio no jornal à procura dum homem que não desse pontapés, nem estaladas, mas que fosse bom na cama. Certo dia tocam à campainha e ela abre: era um homem sem braços e sem pernas, numa cadeira de rodas.
- O que é que o senhor deseja?
- Venho por causa do anúncio, como vê, não lhe posso dar pontapés, nem estaladas.
- Mas o senhor não deve ter lido o anúncio todo, eu pedia também um homem bom na cama.
- Oiça lá! E como é que julga que eu toquei à campainha!

97

Pode ser curto ou comprido
Grosso ou delgado.
Quase sempre anda escondido
Quando não é procurado.
Quando é chamado ao serviço
Tem a mão que o guiar.
Bem direito e roliço
O seu uso faz gozar.
Uma vizinha espanhola,
alta, forte e bela,
pede às vezes com empenho
Que encoste o meu ao dela.
Depois de estar metido
em certa fenda alongada
vai diminuindo,
trazendo a ponta molhada.
- Com 3 silabas é composto.
- Com 7 letras formado (Cigarro).

98

Conversa de um índio com o grande chefe "Calhau comprido":
- Ó grande chefe... porque é que nós índios, temos nomes tão esquisitos?
- Sabes, nós por tradição temos os nossos nomes conforme o lugar onde fomos feitos.
Por exemplo: O "Rio Cintilante" foi feito na margem dum ribeiro; o teu irmão, o "Cavalo Terrível", foi feito em cima de um cavalo; eu próprio fui feito em cima de um calhau!...
Percebes, ó "Camisa Rota"?

99

Uma freira foi as compras e foi violada no caminho.
De regresso ao convento conta à Madre Superior:
- Madre: o que hei-de fazer para me redimir?
- Só tem uma solução: vai lá abaixo à cozinha e come um limão bem verde, para te tirar esse ar de satisfação!

100

Numa escola católica, uma freira pergunta a uma mocinha:
- O que queres ser quando fores grande?
- Prostituta!
A Irmã desmaiou com a chocante resposta da rapariga. Minutos depois, ao acordar, voltou a perguntar à mocinha:
- O que é que disseste que querias ser quando fosses grande?
- Quero ser prostituta!
A Irmã respirou aliviada:
- Ai que susto que me pregaste! Pensei ter ouvido protestante!

 

sádicas




1

Diz um cachopo para a mãe:
- Oh mãe, mãe, aquele embrulho azul é para mim?
- Não filho, o embrulhinho azul é para o papá!
- Então o embrulho verde é que é para mim!
- Não, o embrulho verde é para a mamã!
- Então mamã, é o embrulho vermelho que é para mim, não é?
- Não, o embrulho vermelho é para a mana!
- Oh mãezita, então este ano pelo Natal eu não tenho presente?
- Então mas olha lá, tu com um tumor na cabeça ainda te convences que chegas ao Natal?

2

Estava uma senhora a conversar uma criança magra e esfarrapada que brincava à beira da estrada.
- Pobre criança. Que faz o teu pai?
- O meu pai? Bebe!
- Bem me parecia. E a tua mãe?
- Também bebe!
- Lamentável! Tens irmãos?
- Só um ... Os outros morreram todos quando eram pequeninos...
- Pois, não me admira! E o que faz esse teu irmão?
- O meu irmão está na Faculdade de Medicina.
- Na Faculdade de Medicina!?!? Mas isso é formidável! O que é que ele lá faz?
- Está num frasco de álcool.

3

Dois homens e uma mulher, após naufragarem,
vão ter a uma ilha deserta.
Um mês após a chegada à ilha, a mulher
suicidou-se, devido à vida porca que levavam...
Dois meses após a chegada à ilha, os homens enterraram a mulher, devido à vida porca que levavam...
Três meses após a chegada à ilha, os homens decidiram desenterrar a mulher, devido à vida porca que levavam...

4

Diz um masoquista para um sádico:
- Eh, pá! Bate-me! Bate-me!
- Não bato!... Não bato!... Não bato!...

5

O que é que existe debaixo dos tapetes
do “Júlio de Matos”?
- Doidos Varridos!!

6

Estavam duas moscas em cima de um monte de excrementos e vira-se uma para a outra:
- Olha , acabei agora mesmo de me lembrar de uma anedota!
- Só espero é que não seja umas dessas porcas que eu agora estou a comer!

7

- Mamã, eu não gosto da avó!
- Manelzinho, a avó faz-te bem ...
- Mas mãezinha, eu não gosto da avó !
- Pronto, ‘tá bem ! Come só o raio das batatas e deixa a carne.

8

Um casal de velhotes resolveu ir comer ao mesmo hotel e dormir no mesmo quarto onde tinham passado a noite de núpcias para festejar os 50 anos de casados.
A meio da refeição diz a velha:
- Ai António, não é que estou a sentir os mesmos calores no peito que senti quando cá estivemos há 50 anos!
- Oh desgraçada, vê mas é se tiras as mamas da sopa!...

9

Morreu na fábrica de cervejas um empregado que, coitado, caiu dentro de um tanque de cerveja. O homem ainda resistiu por algum tempo, mas a elevada temperatura e a profundidade do tanque impediram que os seus colegas tentassem fazer qualquer coisa para o salvar.
Testemunhas deste terrível acidente contam que ainda viram o homem a vir à superfície pedir uma coisa... tremoços!!!

10

Diz um:
- Quando puderes, arranja-me uma fotografia da tua mãe.
O outro: Está bem, mas porquê?
- É que a minha mãe não acredita em monstros...

11

Um rico excêntrico, farto da sua piscina, resolve variar. Assim sendo, foi a um hospital de tuberculosos para lhe encherem a piscina de escarretas. Ele faz questão que estas venham com o mais sangue possível para dar um aspecto colorido. Após muitas visitas a piscina fica, finalmente, cheia. O homem resolve dar uma festa para estrear a piscina.
Manda-se para a água e vai ao fundo e quando volta ao cima vem a tossir. Um convidado pergunta:
- “Algum problema?”, e o rico responde
- “Não, não! Atrapalhei-me e bebi um golo!”

12

Sabe o que é amarelinho, bonitinho e que quando roda fica vermelho???
Não sabe?? - Não mesmo???
R: Um pintainho no picador!

13

O instrutor de pára-quedistas:
- Contam todos até dez para abrirem
o pára-quedas, OK???
No ar, já todos com o pára-quedas aberto, há um que começa a cair vertiginosamente.
Diz outro:
- Olhem, lá vai o gago...

14

- Mamã, quero bolachinhas!
- Agora não.
- Mas mamã, eu queria mesmo bolachinhas...
- Está bem, o pacote está em cima do móvel.
- Mas mamã, eu não tenho bracinhos.
- Não tem bracinhos, não come bolachinhas!!!

15

Nasce um miúdo na maternidade. A enfermeira levanta-o e dá-lhe a clássica palmada. O puto não chora. Dá-lhe outra. Nada. Outra com montes de força. Nada. Pega no puto e bate com ele na mesa várias vezes. Nada. Roda-o no ar partindo vários armários. Finalmente atira-o pela janela.
A mãe, aterrorizada, grita:
- O que é que está a fazer ao meu menino???
- Estava a gozar, minha senhora, já nasceu morto.

16

- Como é que se mete um bebé numa trituradora?
- Os pés primeiro.
- Porquê?
- Para se poder ver as caras que ele faz.

17

Quantos habitantes de Chernobyl são precisos para trocar uma lâmpada?
Nenhum.
Eles brilham no escuro.

18

S. Pedro estava a tomar conta das portas do Céu e precisou de ir à casa de banho. Pediu então a Jesus que tomasse, por um bocado, conta da porta. Passado algum tempo batem à porta e Jesus vê um velhinho de longos cabelos brancos. Pergunta-lhe então:
- “Quem és tu e que fizeste na terra para mereceres o céu ? “.
O velhinho explicou-lhe que tinha sido carpinteiro e que tinha um filho que tinha sido muito famoso na terra.
Jesus, tremendo de emoção, abre os braços e exclama: “Papá!!!! “.
O velhote, também emocionado, abre igualmente os braços e exclama: -”Pinóquio!!!”

19

A mamã voltou a casar-se...
Certo dia, alguém perguntou ao filho:
- Então dás-te bem com o teu novo papá?
- Dou, ele até me está a ensinar a nadar!
- Então e já sabes nadar?
- Agora já me desenrasco mais ou menos, já nem tenho de pedir ajuda a ninguém para sair do saco quando ele me atira à água!

20

Numa família de canibais:
- Mamãe, eu não gosto do meu irmãozinho!
- Está bem! Então deixa-o de lado e come só as batatas!

21

- Avózinho, o que é um tarado sexual?
- Cala-te e continua a chupar!

22

- Mamã, acabou-se a mayonnaise!
- Vai ao quarto do avó e espreme outro furúnculo.

23

- Qual é o resultado de um broche a um leproso?
- Iogurte de pedaços.

24

Porque é que se ferve sempre a água antes
de nascer um bebé????
Se nascer morto faz-se sopa!

25

Um assaltante principiante vai assaltar um banco.
Entra e abre o 1º cofre...
- 1º Cofre:
- O quê??? Um iogurte ?? Glup, glup, glup.
Bem, vou continuar em busca do dinheiro.
- 2º Cofre:
- Outro iogurte??? Glup, glup...
- 3º Cofre:
- Já estou farto de iogurtes. Vou-me embora...
Ao sair o assaltante vê uma placa onde está escrito: Banco de Esperma!!!
26

Sabem o que é que fazem 2000 epilépticos numa discoteca?...
A festa da espuma.

27

Um carregador perdeu-se do safari. Estava quase
a morrer de sede no deserto, quando encontrou uma velha botija. Abriu-a sofregamente na esperança
de encontrar água, mas em vez disso, libertou
um génio que ali fora aprisionado milhares de anos antes.
Em recompensa pela sua libertação o génio autorizou o rapaz a formular três desejos, que seriam imediatamente atendidos, fossem eles quais fossem:
- Quero água, muita água!
- E quais são os outros dois desejos?
- Quero ficar branco e ser procurado pelas mulheres!...
Imediatamente, o génio transformou-o
num bidé de motel.

28

Diz o médico ao paciente:
- O diagnóstico da sua doença está muito difícil. Mas tenho a certeza que tudo ficará mais claro com a autópsia.

29

O electricista, entra na sala do hospital, onde estão os doentes submetidos aos aparelhos de pulmão artificial, e anuncia:
- E agora, pessoal, vamos a dar uma respiradela bem funda, que eu preciso de cortar a luz por uns cinco minutos.

30

Num bar de vampiros:
Entra o primeiro vampiro e pede:
“Um copo de sangue fresco”.
Entra o segundo vampiro e pede:
“Um batido de sangue”.
Entra o terceiro vampiro e pede:
“Um copo de água quente”.
(O silêncio instala-se no bar e todas as atenções se concentram no terceiro vampiro.)
?!... Um copo de água quente!!!!!???
Descontraidamente, o terceiro vampiro saca do bolso um penso higiénico já usado e, ao mesmo tempo que o mete no copo, pergunta:
- Há azar ó chungosos? Já não se pode
beber um chazinho?

31

Um caçador erra pelo deserto, há várias semanas, com o seu camelo. Sem poder aguentar mais, ele decide enrabar o pobre do animal.
Instala-se em cima dum monte de areia e tenta a manobra por trás. Mas o camelo não ficava quieto e ele não consegue o que queria.
De súbito, vê uma linda rapariga, toda nua, a correr à frente de um leão. Sem hesitar, levanta o fuzil e abate o animal de um só tiro. Muito reconhecida,
a jovem aproxima-se e diz:
- Podes pedir-me tudo o que quiseres...
- Então, segura o camelo.

32

O filho de um empresário português no Brasil foi raptado, exigindo de imediato o sequestrador um elevado resgate. Por ordem da polícia, o pai da vítima foi à televisão dizer que não iria pagar qualquer resgate. No dia seguinte, recebeu um envelope enviado pelo sequestrador. Olhando dentro do envelope, o empresário viu muito sangue e duas orelhas. Apavorado, teve quase um ataque cardíaco, mas acalmou-se quando viu um bilhete dentro do envelope que dizia: “Não se preocupe, estas orelhas são minhas, mas as próximas serão do seu filho!!!”

 

ilógicas



1

Está cientificamente provado que existe inteligência neste planeta.... mas eu estou só
de passagem!

2

Se estás mesmo decidido a casar-te, então casa-te com uma mulher bonita, casa contrário, depois vais ter muita dificuldade em encontrar alguém que te ajude a livrar dela!

3

- Qual é a diferença entre tragédia e calamidade?
- Tragédia é a tua sogra escorregar num precipício
e cair no mar. Calamidade é o salva-vidas conseguir salvá-la.

4

Poupa no papel higiénico, usa os dois lados!

5

Porque é que o macaco caiu da árvore?
- Estava morto.

6

Eu não me importo que tu fumes, desde que tu não te importes que eu cague no teu sapato.

7

One tequila......two tequila......three tequila......floor.

8

P: Porque é que Deus inventou o álcool?
R: Para que as mulheres feias também tenham prazer.

9

Verbo Devolver, no presente:
- Eu devolvo
- Tu de mini
- Ele de triciclo

10

Uma sandwiche entra num bar e pede uma cerveja.
O barman responde: “desculpe, mas aqui não servimos comida”!

11

P: Qual é a diferença entre um gato e um tijolo?
R: Para descobrires, atira os dois contra um muro. O que miar é gato.

12

De um adolescente para sua mãe, que não estava em casa quando ele saiu para se encontrar com os amigos numa sexta-feira a noite:
- Mãe, hoje eu só chego amanhã.

13

Um maluco quer espetar um prego numa parede para pendurar um quadro, mas assenta a cabeça do prego na parede e bate com o martelo no bico do prego.
Outro maluco que assiste a esta cena, grita-lhe:
-És parvo, pá! Então não vês que esse prego é da parede ali da frente?

14

No manicómio estão a servir o pequeno almoço.
Um dos loucos vira-se para a enfermeira e diz:
- Menina Florinda, pode dar-me um torrão de açúcar?
- Mas eu já lhe dei seis!!!
- Pois é, mas derreteram-se todos!

15

Empoleirado numa escada comprida, um doido pinta uma parede do manicómio e outro serve de ajudante, segurando a escada ao pintor.
A certa altura diz o ajudante para o pintor:
- Agarra-te bem à trincha que eu vou mudar a escada.

16

Um gago desembarca no Rossio, aflito, e dirige-se a um transeunte:
- Pó-pó-pó-pó-de de-di-dizer-me a-a-aonde é a ca-ca-casa de-de ba-banho?
- O se-se-senhor v-v-va-va-vai por esta r-r-rua,vó-vó-volta à-à-à s-s-sua
es-es-esquerda,de-de-depois à-à s-s-sua di-direita,a-a-anda uns ce-cem
m-me-me-metros e-e-e-no no largo há-há u-u-ma ca-ca-casa de ba-banho.
- Mui-mui-tô-obrigado,mas já-á-á ca-caguei n-na-nas calças.

17

- Ou tu me pagas o que deves, ou então escusas de me falar mais.
- Escusas de te preocupar com isso. Não te falo mais.

18

- Você vai ser condenado à morte na guilhotina.
- Que azar. E pensar que paguei um dinheirão há dias para me tirarem as amígdalas.

19

Dois homens discutem num bar:
- O meu filho é mais estúpido que o teu!
- Não é nada!
- Então vamos fazer uma aposta.
- Tudo bem, apostamos 1.000 paus.
- Ok. Gaspar, anda cá.
- Sim pai?
- Toma 20 escudos para ires ali à loja comprar uma TV a cores.
- Está bem.
E o miúdo sai pela porta do bar com os 20$00 na mão...
E o outro homem chama o filho e diz.
- Vai lá a casa e vê se eu lá estou.
- Está bem pai.
Por acaso os dois miúdos encontram-se na rua e comentam:
- O meu pai é mais estúpido que o teu!
- Não é!
- Então vê bem: o meu pai deu-me 20 paus para ir comprar uma TV a cores e nem sequer disse a cor que queria!
- Então e o meu? Disse-me para ir a casa ver se ele lá estava e nem sequer me deu a chave!

20

A água é um líquido branco e molhado que se torna preto quando nos lavamos nele ....

21

Hipócrita: Pessoa que vai para o emprego de sorriso nos lábios.

22

- Sabes porque é que a água do mar é salgada?
- Porque tem lá o bacalhau dentro!

23

O que o é que o C diz para o Ç?
Estás a cagar, hein irmão!

24

Era uma vez um cão que tinha uma pata de borracha.
Um dia coçou-se e apagou-se!!!

25

P - Sabes qual é o nome que os canibais costumam chamar aos náufragos que encontram?
R - “Delícias do Mar”.
P - E aos pára-quedistas ?
R - “Toucinho do Céu”.

 

26

No notário, uma mulher assina o seu nome:
“Maria Correia de Jesus”.
O escrivão diz: - Ah, a sua família tem Correia no meio, não é ?
- Só os homens, responde a fulana

27

Diz o Pai Pirilampo para a Mãe Pirilampo:
- Ele é brilhante para a idade quem tem, não é?

28

Era um gajo tão preguiçoso, mas tão preguiçoso que todos os dias se levantava às cinco da manhã para estar mais tempo sem fazer nada!

29

Um maluco para outro:
- Ouve lá, o pá se aquela mota ali é inglesa, porque é que não tem o volante do lado direito?

30

Era uma vez um marreco, muito marreco, que uma vez foi ao cemitério à meia-noite. Levanta-se um morto e diz:
- “Quem vem lá?”
- “Sou eu, o marreco”, diz o homem assustado.
- “O que trazes nas costas?”
- “Uma marreca”, continua ele apavorado.
- “Então a tua marreca vai desaparecer”, disse o morto, que, com um passe de magia, faz desaparecer a marreca do homem.
O marreco, todo feliz da vida, vai a correr a contar o que se tinha passado ao seu melhor amigo, que era coxo. O amigo, todo guloso, corre para o cemitério, para ver se tinha igual sorte. Levanta-se o morto
e diz:
- “Quem vem lá?”
- “Sou eu, o coxo”.
- “O que trazes nas costas?”
- “Não trago nada”, diz o coxo confuso.
- “Então... toma lá uma marreca!”

31

Dois malucos saíram do Hospital Conde Ferreira e foram hospedar-se no mesmo quarto do hotel. O primeiro maluco sentou-se na mesa de cabeceira.
- O que estás aí a fazer? - pergunta o segundo maluco.
- Eu sou um candeeiro - responde o primeiro maluco.
- Ó pá, sai daí, então ainda hoje fomos dados como curados. O que irá dizer o Sr. Director!!.
- Eu sou um candeeiro - teimava ele.
Muito aflito o companheiro foi telefonar para o director do manicómio a informar do acontecido.
- Não se preocupe, vou agora mesmo mandar uma ambulância para o ir buscar - responde o director.
- Se me pudesse fazer o favor de o virem buscar só amanhã, agradecia, é que se não for assim fico sem luz.

32

Um sovina criava um burro. Para economizar ainda mais, deixava o burro sem comida. Um dia encontrou um amigo que lhe perguntou:
- “E o burro compadre, tá indo bem?”
- “Que nada. Quando já estava acostumado a não comer, decidiu morrer” - respondeu.

33

Receita para matar uma formiga:
Coloque em cima da mesa, por esta ordem, um pouco de sal, uma garrafa de gin, um palito e uma pedra.
A formiga vai ver o sal, vai pensar que é açúcar e vai comer. Depois fica com sede. Vê a garrafa de gin, pensa que é água e bebe. Fica bêbada, tropeça no palito, bate com a cabeça na pedra e morre de traumatismo craniano.

 

 

sobre tudo




1

Um curioso estava à porta do cemitério quando viu entrar três caixões e, logo atrás, um tipo muito bem vestido com um cachecol de gesso ao pescoço. Curioso como era chegou perto do tipo
e perguntou-lhe:
- Eh pá, quem era o tipo da frente?
- Esse era o meu sogro, que Deus tenha.... Era podre de rico. Tinha milhões no banco e propriedades no Alentejo.
- E o segundo?
- A minha sogra, coitada. Herdou uma enorme fortuna da família. Já era muito rica antes de se casar.
- E o último, também o conhecias?
- Era a minha mulher, que descanse em paz.
Era filha única, herdeira única... coitada, morreu...
- Ah, agora entendi. Tu também ias no carro quando se deu o desastre. Por isso andas com isso ao pescoço.
- Tu estás doido ou quê? Deus me livre! Eu só mandei fazer esta merda para ver se consigo
parar de rir!

2

Certo dia, três amigos foram apanhados por uma grande tempestade e tiveram de dormir numa única cama de casal da única casa que descobriram para se abrigarem. Como o tipo que ficou no meio tinha um hálito bastante forte, ficou combinado que sempre que quisesse falar, tocaria nos ombros dos outros e estes enfiavam a cabeça debaixo das mantas.
A meio da noite, o tipo do meio acordou e tocou no ombro dos outros. Estes enfiaram imediatamente
a cabeça debaixo das mantas.
Então o tipo diz: peidei-me!

3

Um alegre automobilista, no seu lindo Ferrari, conduzia a alta velocidade quando encontrou
uma placa com a indicação: “Reduza a 70 km”.
Um pouco contrariado, o tipo passou a conduzir
a essa velocidade. Passado um bocado encontrou outra placa: “Reduza a 50 km”. Embora sem ver qualquer motivo para isso, o tipo reduziu a velocidade. Um tanto mais à frente outra placa. Desta vez indicava: “Reduza a 10 km”.
Já completamente furibundo, o tipo passou a andar a 10 km por hora. Passado muito tempo, encontrou outra placa onde estava escrito:
“Bem-vindo a Reduza”!

4

Um anão entrou na casa de banho de uma estação de serviço. Só havia um alentejano a mijar.
Então, o anão pediu ao alentejano:
- Por favor, podias pôr-me em cima de um banquinho para eu poder mijar?
O alentejano acedeu e colocou o anão em cima
de um banco.
Então o anão olhou para o lado e disse: xiiii...
posso pegar um pouquinho nessa pichota?
É que a minha é tão pequenina... é só p’ra ver como é a sensação!
- Está bem, disse o alentejano. Mas só um bocadinho.
- Deixa-me pegar um pouquinho também no teu saco... o meu é tão pequenino..., insistiu o anão.
- Está bem, mas só um pouquinho..., disse o alentejano.
- Isto é um assalto, disse então o anão. Passa para cá a massa toda senão salto do banco!

5

Um tipo passou por tudo o que era sinal vermelho. Um polícia mandou-o parar e disse:
- Bonito, hein?
- Bonito e veloz!
Sabe que posso tirar-lhe a carta de condução?
- Não vejo como. Eu ando há dois anos a ver se a tiro e ainda não consegui.
- Engraçadinho!!. E o cinto de segurança?
- Está no porta-bagagens a segurar a botija de gás.
Então o polícia, já irritado, perguntou à fulana que ia ao lado:
- Ele é sempre assim engraçadinho?
- Não, senhor guarda, só quando está bêbado!

6

- Ontem salvei o meu pai de um assalto!
- Apanhaste o ladrão?
- Não. Tirei o dinheiro da carteira dele
antes do ladrão.

7

Uma mulher entrou num bar com um cão
debaixo do braço.
Barman: Onde arranjaste esse porco?
Mulher: Não é um porco, é um cão!
Barman: Eu não estava a falar contigo. Estava a falar com o cão.

8

Andava a Capuchinho Vermelho toda contente pelo bosque, quando repara numas bagas de aspecto suculento para levar à sua avó.
Ao afastar os arbustos, depara-se um grande lobo, que a olha fixamente.
- Quem és tu? - pergunta a menina, assustada.
- Sou o lobo mau... - responde o lobo, numa voz arrastada.
- E... e porque tens uns olhos tão grandes?
O lobo responde, na mesma voz arrastada:
- Estou a cagar...

9

Na praia:
- Mamã, já posso ir tomar banho?
- Podes, sim filho. Mas não te molhes...

10

Entre dois amigos:
- A minha primeira mulher morreu por ter comido cogumelos venenosos, coitadinha...
- Oh, que horror! E a segunda?
- A segunda morreu com uma pancada na cabeça.
- Ah!... Como foi isso?
- Não queria comer os cogumelos!!!

11

Numa conferência internacional de linguistas, estão reunidos elementos de vários países para discutirem qual das línguas era mais difícil de falar e de escrever. No meio da discussão o orador inglês vira-se para a audiência e diz:
- A língua mais difícil é o inglês, porque por exemplo, escreve-se Shakespear e diz-se chequespear.
Discordando da opinião do inglês, o francês diz:
- O francês é mais difícil, porque escreve-se pain e diz-se pan.
O espanhol intervindo na discussão dos dois oradores diz:
- O espanhol é mais difícil, porque escreve-se Juanito e diz-se Guanito.
O português vendo a discussão muito acesa, diz:
- Os senhores desculpem mas nenhuma das vossas línguas é mais difícil que o português porque nós em Portugal escrevemos Sebastião de Carvalho e Mello, e dizemos Marquês de Pombal.

12

Era uma vez um tipo que andava na tropa e era o nº35. Um dia, lá os comandantes daquilo recebem a notícia que a mãe do 35 tinha morrido. Mandaram formar o pelotão e disse um comandante:
- “35, morreu-te a mãe.” O tipo teve um ataque cardíaco, mas melhorou e voltou à tropa.
Passados uns dias, eles recebem a notícia que tinha morrido o pai do 35. Diz um dos comandantes:
- “Vou-lhe dar a notícia” e diz outro: - “Tu não, que da outra vez deste barraca, ias matando o puto.” e diz o outro: - “Não que desta vez arranjei um plano e vai correr tudo bem.”
Bom, lá foi o Comandante, e pediu que se formasse de novo o pelotão. E diz assim: - “Quem tem pai, quem tem pai, dê um passo em frente.”
Todos deram, inclusive o 35. Diz o comandante:
- Ó 35 dá lá um passo atrás”.

13

Três pescadores amadores estavam discutindo as suas façanhas na arte de bem pescar, com os já conhecidos exageros destas situações.
Dizia o primeiro abrindo os braços: - “ O outro dia pesquei um pargo com quase um metro…”, dizia o segundo, abrindo ainda mais os braços: - “ Ainda não faz quinze dias pesquei uma garoupa com metro e meio…” Finalmente o terceiro, abrindo ligeiramente os braços, cerca de meio metro, disse :
- “Cá eu pesquei um linguado mais ou menos assim…”.
Então e qual é a novidade, perguntaram os dois primeiros pescadores - isso é um linguado de tamanho normal. Responde o terceiro:
- “ Bom, isto era a distância entre os olhos…“.

14

Quando Moisés saiu do Egipto, guiando o seu povo para a “Terra Prometida” levava consigo, como “Relações Públicas e Adido Para a Imprensa” um judeu franzino de nome Samuel que tinha por obrigação tratar dos assuntos do grande condutor de homens que era Moisés. Chegados ao Mar Vermelho, Moisés mandou chamar Samuel e perguntou-lhe o que estava combinado com os barqueiros. Samuel, coçando a cabeça, disse a Moisés que se tinha esquecido desse pequeno pormenor e que nada estava combinado, nem tinha contratado barqueiro nenhum. Moisés em fúria exclamou: - “ E agora o que queres que eu
faça ? Que apele a Deus para que faça um milagre e afaste as águas ? “. Samuel retorquiu-lhe de imediato: - “ Moisés, se fizeres isso asseguro-te duas páginas centrais no Velho Testamento“.

15

Um caixeiro viajante vai a entrar numa pequena vila e vê um amontoado de gente de volta de uma casa. Curioso, aproximou-se e perguntou o que se passava. “”Foi a mula do Joaquim que deu um coice e matou-lhe a sogra”, respondeu um dos presentes. “ Ah, mas a senhora devia ser muito conhecida e respeitada, está aqui metade da população da vila”, comentou o caixeiro viajante. “ Qual quê… “,
respondeu-lhe o homem, “ …estamos a ver se conseguimos comprar a mula ao Joaquim”.

16

Um homem casou-se na aldeia e estava a levar a noiva para casa. Aparelhou a mula na carroça e lá foi… estrada fora. Passado um bocado a mula parou e recusou-se a andar. O homem desceu da carroça, pôs-se em frente da mula e disse:
- “E vai uma … “. Voltou a subir e a mula andou mais uns quilómetros até voltar a parar. O homem voltou a descer, pôs-se em frente da mula e disse: - “ E vão duas… “. Passados mais uns quilómetros a mula parou pela terceira vez. O homem voltou a descer, pôs-se em frente da mula e disse: - “ E vão três… “, de seguida sacou de uma pistola e deu vários tiros na mula. A noiva, surpreendida e indignada, disse-lhe: - “ Como pudeste matar um animal indefeso a sangue frio…”. O homem, aproximou-se da noiva, olhou-a fixamente nos olhos e disse: - “ E vai uma… “.

17

Dois vampiros regressavam uma noite a casa sem terem conseguido comer nada. Diz um deles:
- “Vou dar ainda uma volta, pois dificilmente durmo sem comer”, e saiu. Passado um bocado o vampiro regressou sendo ainda bem visível o sangue em redor da boca. O outro, curioso, perguntou-lhe :
- “Onde arranjaste isso ?? “.
- “Estás a ver aquela quinta árvore ali do lado esquerdo ??”, respondeu o colega.
- “Não…”, disse o curioso. “
- Eu também não vi… “, respondeu o outro.

18

Uma senhora telefonou ao carpinteiro reclamando de um arranjo que este tinha feito no seu
guarda-fatos. Quando o carpinteiro chegou a casa ela mostrou-lhe o guarda-fatos e explicou-lhe que ele tremia todo quando o autocarro parava na paragem que havia em frente. O carpinteiro, para perceber melhor o que se estava a passar, meteu-se meio dentro do guarda-fatos e aguardou.
De repente o marido da senhora chega a casa e vendo o homem naquela situação pergunta-lhe, desconfiado: - “Que raio faz você aqui?“
- “Se eu lhe disser que estou à espera do autocarro
o senhor acredita-me ???!!! “, disse baixinho o carpinteiro.

19

Um nobre e rico aristocrata estava a dar uma festa na sua mansão e reparou que um dos convidados se parecia extremamente com ele. Pensando que uma tal semelhança não era possível sem laços de sangue e imaginando uma possível aventura do pai, aproximou-se do convidado e perguntou :
- “A sua mãe foi alguma vez empregada desta casa…? “.
O convidado respondeu :
- “Não, mas o meu pai foi cá jardineiro.”

20

O João e a Maria estavam entusiasmados por ter nascido um seu filho rapaz, após terem já sete filhas. O João telefonou a quantos amigos se lembrou, até que um deles lhe disse:
- “Fabuloso homem, e com quem se parece
o rapaz …???… contigo ou com a Maria? “
Sei lá…”, respondeu o pai baboso“… ainda não lhe olhámos para a cara.”

21

Um automobilista pára num cruzamento de estradas e pergunta a um peão que dava sinais de ter bebido bastante:
- “Amigo, para onde vai a estrada da esquerda? “.
O peão respondeu que não sabia - “e a estrada da direita ? “, volta a perguntar o automobilista. “
- “Também não sei.”, respondeu o peão. “
- Você está mas é bêbado... “, afirmou o automobilista.
Responde o peão: “ - Olha, olha... estou bêbado mas não estou perdido...”

22

Andava um maluco com uma escova de dentes amarrada por um cordel pelos corredores de um manicómio. Cruza-se com um enfermeiro que lhe diz:
- Então pá ? A passear o cão?
- Oh Sr. Enfermeiro , sinceramente ! Não vê que isto é uma escova de dentes, não é um cão ? Depois eu é que sou doido! - Diz o maluco, e vai-se embora.
Passado um bocado, vira-se para trás e diz:
- Anda Boby que já conseguimos enganar mais um!

23

Oh Senhor Doutor, eu, quando levanto a perna direita, não sinto nada ... Levanto a perna esquerda, não sinto nada ... Se levanto as duas caio!!
É grave ???

24

- Oh mãe, mãe, o que é que quer dizer “pourquoi” ?
- Porquê !
- Por nada, só para saber ...

25

Havia um homem que tinha uma boca tão grande que cada vez que queria dizer 100, tinha de fechar metade da boca, senão dizia 200...

26

Dois malucos:
- A pesca hoje estava mesmo boa, marcaste o lugar onde estávamos ?
- Marquei, fiz uma cruz no casco do barco que alugámos !
- És mesmo parvo! Então, se da próxima vez não pudermos alugar o mesmo barco como é que vamos saber onde é que era ?

27

- Se fosses um animal irracional, qual é que gostavas de ser ?
- Sei lá !
- Eu gostava de ser um ATUM !
É que, assim, a minha mulher era ATUA!

28

Dois meninos:
- Chiquinho, o que é uma lesma?
- É ... É ... Um caracol nudista !

29

Um garoto que acaba de receber uma bicicleta
de presente, não pára de fazer habilidades
à frente da mãe:
- Mamã! Mamã, olha, sem as mãos!...
- Mamã! Mamã, olha, agora, sem os pés e sem as mãos!...
Passado um bocado:
- Mamã, olha sem os dentes!

30

- Avô, avô, olha ali aquele senhor e todo careca!
- Shhhht! Cala-te que ele pode ouvir-te!...
- Porquê? Achas que ele não sabe?

31

- Ó mamã os soldados têm medo de perder os pés?
- Claro que não, porque dizes isso ?
- É que quando eles vão a marchar, estão sempre
a contá-los: um, dois, um, dois...

32

Estava uma garota a ver a mãe a dar a mama ao seu irmão bebé e diz-lhe:
- Oh mãe sacode bem, senão fica o açúcar
todo no fundo!

33

- Está bem, eu tomo nota do recado: parece que
o Luizinho não pode vir às aulas hoje porque está com gripe...
Já agora, quem é que está ao telefone ?
- É o meu paizinho Sra Professora !

34

- Olha lá! Onde é que vais a correr com tanta pressa?
- Deixa-me, tenho que tentar impedir que dois gajos andem à porrada!
- Oh pá! Quem são?
- O Zé, que já ali vem ... E eu!

35

Menino Joãozinho, diga depois de mim: ai ...
- Ai!
- Ei...
- Ei!
- Oi...
- Io!
- Ui...
- Uí!
- Joãozinho, não é UÍ, é UI , então disse tudo bem
e não é capaz de dizer UI? Diga lá , Ui!...
- Uí!
- Não, não é nada disso! Então o que é que o menino diz quando se queima, por exemplo?
- Porra!

36

- Maria! O talhante tinha pés de porco?
- Minha senhora, como é que quer que eu saiba,
o homem não atende os clientes descalço!

37

Num asilo:
- Digam o que entendem por objecto transparente.
Levanta-se um doido:
- É um objecto através do qual se pode ver!
- Muito bem ! Dê-me um exemplo de um objecto transparente ...
- O buraco da fechadura!

38

Na escola:
- Que sabes tu dos químicos do Século XVII,
meu menino?
- Bem ... Sei ... Sei ... Que estão todos mortos ?!?

39

Estava um garoto todo esticado a tentar chegar a uma campainha. Passa por um polícia e pergunta se ele quer ajuda.
- Sim Sr Guarda, será que dava para o Senhor tocar à campainha por mim?
O polícia assim fez. E berra o garoto:
- Agora fuja que eles costumam atirar água ...

40

Ia uma senhora por uma rua abaixo com ar muito distraído com uma mama de fora.
Diz um cavalheiro:
- Minha senhora, desculpe. Eu não queria parecer indiscreto, mas a senhora leva um peito de fora.
- Ai credo! Esqueci-me do bebé no autocarro!

41

O Júlio Machado Vaz estava a dar uma palestra:
- Como V. Exas. sabem, há 32 maneiras diferentes de, um homem e uma mulher praticarem o acto sexual...
Quando na sala alguém interrompe :
- Desculpe, mas são 33 !
O cientista aborrecido :
- Só aceitarei comentários ou observações no fim da conferência! Como dizia eu antes de ser interrompido pelo cavalheiro, existem 32 maneiras de praticar o sexo, a primeira das quais a clássica: a mulher deitada de costas e o homem coloca-se por cima dela, com as...
Então diz a mesma pessoa de antes:
- Sendo assim já são 34 que essa eu não conhecia!

42

Sabem o que é que anda na floresta, tem duas mamas e 14 testículos ?
A Branca de Neve e os Setes Anões!

43

Estava um homem muito descansado num parque de estacionamento entre dois carros a verter águas, até que lhe aparece outro que fica a olhar para ele.
Depois de olhar durante um bocado pergunta ao outro com uma voz muito meiga:
- Posso fazer-lhe uma festinha ?
- Ai só me faltava cá mais esta agora ... Vai-te embora.
- Ande lá, só uma festinha, vai ver que se calhar até gosta.
- ‘Tás aqui ‘tás a levar, vê lá mas é se desapareces antes que eu te dê uns murros.
- Deixe-me fazer só uma festinha e eu depois vou embora, prometo que não o chateio mais....
- Pronto está bem, faz lá a festa mas depois desapareces!
Então ele com muito cuidado lá pega no pirilau do homem e de repente começa a apertar, a torcer e a puxar e desata aos berros :
- Isto é ... para tu ...aprenderes ... a nunca mais ... mijares para cima ... dos pneus ... do ... meu ... carro!!!

44

Havia um homenzinho que estava numa reunião muito elegante, com muitas celebridades que ele estava desejoso de conhecer. Então, para meter conversa ele chega-se ao pé de um actor famoso e oferece-lhe um charuto.
Só que ele estava cheio de azar porque o tal actor não estava para aturar ninguém naquele dia:
- Obrigado, mas eu deixei de fumar!
O homenzinho não estava com vontade de desistir e perguntou-lhe se então não lhe poderia pagar um copo. Ao que ele respondeu:
- Obrigado, mas é que eu deixei de beber!
- Deixe-me ao menos apresentar-lhe a minha esposa !
- Obrigado, mas não ! Eu também deixei de...

45

Uma professora pediu que os alunos fizessem uma composição onde utilizassem pelo menos uma vez
a expressão “Suponho que ...”.
Uma das composições:
Ontem à noite, depois do jantar, os meus pais deixaram-me com a empregada, e foram ao cinema. Suponho que tenham ido ver um bom filme
- Muito bem, diz a professora. Agora vamos ver a composição do Quinzinho:
“Na semana passado quando fui ver o meu avô, vi-o subir o monte com a TIME debaixo do braço. Ora, como o meu avô não sabe inglês, suponho que tenha ido cagar!”.

46

Estavam uns garotos a brincar no pátio da igreja por alturas do Natal. Até que um deles sem querer esbarra num dos bonecos do presépio e parte-o.
Passado um bocado chega o padre:
- Quem é que partiu o pastor?
Todos ficam muito calados até que depois de muita insistência o culpado se acusa.
- Então tens de pagar o estrago.
- Eu não tenho dinheiro senhor padre.
- Então paga o teu pai.
- Eu não tenho pai.
- Paga a tua mãe!
- Também não tenho mãe...
- Então não tens ninguém? És sozinho no mundo?
- Não! Eu tenho uma irmã mais velha.
- Pronto paga ela.
- Ela também não pode pagar, não tem dinheiro.
É freira.
- Não se diz freira; diz-se esposa de Cristo.
- Ah, então o meu cunhado que pague!...

47

Um bêbado para uma senhora bem:
- Porque é que pôs tanta maquilhagem ?
- Ora, para ficar mais bonita!
- E porque é que não ficou?

48

Estava um velhote de gatas a olhar para o chão, chega uma pessoa ao pé dele e pergunta-lhe:
- O senhor perdeu alguma coisa?
- Perdi sim, um caramelo.
- Então e o senhor está aqui de gatas há tanto tempo por causa de um caramelo, que importância pode ter um caramelo...
- É que este caramelo tem os meus dentes agarrados!...

49

Deus chama ao Céu três representantes do Mundo. Um dos E.U.A. (Clinton), outro da Rússia (Ieltsin) e o terceiro da Europa (Cavaco) aos quais anuncia duas notícias que eles devem transmitir aos seus.
1a: - Eu (Deus) existo!
2a: - O Mundo vai acabar dentro de 2 meses!
Estes representantes vão depois transmiti-las aos cidadãos dos seus países.
Diz Clinton aos americanos:
Tenho 2 notícias para vos dar, uma boa e uma má:
- A boa é que Deus realmente existe! Eu estive com ele!
- A má: Mundo vai acabar dentro de 2 meses!
Diz Ieltsin aos russos:
Tenho 2 notícias más para vos dar:
- A primeira é que Deus realmente existe e a segunda é que o Mundo vai acabar dentro de 2 meses!
Diz Cavaco aos Portugueses:
Tenho 2 notícias boas para vos dar
- A primeira é que sou um enviado de Deus!
- A segunda: a crise vai acabar dentro de 2 meses!!

50

Um tipo vai a uma pensão de 3ª categoria e pergunta o preço dos quartos.
- Temos duas variedades - diz o recepcionista - a primeira custa 1000$00 por noite e fazemos-lhe a cama, na segunda, paga apenas 250$00, mas tem de ser o senhor a fazê-la.
- Olhe, pela diferença de preços, eu opto pela segunda, pois não me importo de fazer a cama.
- Como queira! Maria, traz as tábuas e os pregos.

51

Por altura do aniversário da Avó o neto deu-lhe como presente uma balança de cozinha e diz:
- Ó Vó se calhar vocemecê não sabe como é que isto funciona ?
Ao que a Avó lhe responde toda indignada:
- Antão nã sei, olhem qu’esta ! Não se está mesmo a ver q’agora marca mê-dia!

52

O marido durão chega a casa vindo do trabalho
e encontra a mulher aos prantos:
- Osvaldo, a nossa empregada...
- Isso é problema seu!
- Ela... ela está grávida!
- Isso é problema dela!
- E ela disse que o filho é seu!
- Isso é problema meu!

53

Um brasileiro encontra um amigo (também brasileiro) no bar e pergunta:
- Escuta, cara! Você gosta de mulher de peito caído?
- Eu, não!
- Você gosta de mulher cheia de celulite, muito barriguda e...
- Sai pra lá, meu!
- Você gosta de mulher que tem mau hálito e que vive reclamando que a vida é uma merda?
- É claro que não! Você tá maluco?
- Então, porque é que você não pára de cantar a minha mulher?

54

A dona de casa falando com o homem do talho:
- Quanto está o quilo da carne de segunda?
- Quatro e oitenta e cinco!
- Credo, que roubo! O senhor não tem coração?
- Tenho sim, dona! Dá para fazer quatro e cinquenta!

55

O filho vira-se para o pai e diz:
Filho - Pai, hoje poupei 180 escudos.
Pai - Ai foi ? Conta lá como foi...
Filho - Em vez de apanhar o autocarro para casa fui a correr atrás dele.
Pai - És mesmo parvo...
Filho - Porquê?
Pai - Se tivesses corrido atrás de um táxi tinhas poupado mais dinheiro!

56

Ele era o maior hipnotizador do mundo. Os seus espectáculos eram vistos por milhares de pessoas. Numa certa noite, para um teatro completamente lotado, ele disse:
- Riam!
E todos começaram a rir, sem controle. Até que ele ordenou:
- Chorem!
Toda a gente começou a chorar.
Quando ele ia para o outro lado do palco, tropeçou no fio do microfone e caiu, batendo com a cara no chão. Furioso com o acidente, exclamou:
- Merda!
Foram necessários 20 dias para limpar completamente o teatro...

57

O inglês aristocrático liga para sua casa à noite. Como de costume, o mordomo (cujo nome é sempre James) atende lentamente, com classe e sobrancelhas arqueadas:
- Yes, “sir”!!
- James??
- Yes, “sir”!!
- Por obséquio, James, dirija-se ao quarto de Lady e verifique cuidadosamente se ela se encontra em presença de seu amante. Aguardo ao telefone.
- Yes, “sir”!!
Então o mordomo sobe dois lances de escada cuidadosamente, vai até o quarto do casal e ouve sons sinistros. Desce silenciosamente e volta ao telefone.
- Sir??
- Pois bem, James, ele está lá?
- Yes, sir!!
- Hmmm... Faca o seguinte, James: Vá à sala de estar, pegue o rifle de caça, carregue-o e mate os dois.
Depois volte ao telefone que lhe darei mais instruções.
- Yes, sir!!
O mordomo pega o rifle, sobe as escadas e BAM!!! BAM!!! destroça os pombinhos. Volta ao telefone e diz:
- Ok, sir. Tudo realizado a contento.
- Muito bem, James. Agora, por favor, jogue os corpos na piscina e limpe o quarto. Chegando a casa eu acerto os detalhes.
- Mas... sir... nós não temos piscina em casa...
- Não?!? Hummm... Desculpe-me, foi engano!

58

(Esta carta foi encontrada no bolso de um suicida)
Sr. Delegado:
Não culpe ninguém pela minha morte, deixei esta vida porque, dias mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco.
Eu explico porquê: Sr. Delegado, tive a desdita de casar-me com uma viúva, a qual tinha uma filha.
Se eu soubesse o meu destino Sr Delegado jamais teria casado. Meu pai, para a maior desgraça, era viúvo e quis a fatalidade que ele casasse com a filha da minha mulher. Resultou que minha mulher tornou-se sogra do meu pai, minha enteada, ficou sendo minha mãe, e meu pai ao mesmo tempo meu genro. Após alguns anos, minha enteada deu a luz a um menino que tornou-se meu irmão, porém, neto da minha mulher, de maneira que eu fiquei sendo avó do meu irmão.
Com o decorrer do tempo minha mulher também deu à luz um menino, que, como irmão da minha mãe, era cunhado do meu pai e tio do seu filho, passando minha mulher a ser nora da sua própria filha, e eu Sr. Delegado, fiquei sendo pai da minha mãe, irmão do meu pai e do meu filho. Minha mulher ficou sendo minha avó, já que era mãe da minha mãe. Sendo assim Sr. Delegado, acabei sendo avô de mim mesmo. Portanto Sr. Delegado, a coisa complicou-se tanto que resolvi desertar deste mundo.
Perdão Sr. Delegado.

59

O Presidente da Organização recebe um dos seus empregados no escritório:
- Muito bem, o senhor tem demonstrado talento. Entrou para a nossa empresa ha pouco mais de um ano como Auxiliar de Escritório, dois meses depois era Chefe de Secção, hoje é Director Comercial de todas as empresas do grupo.
Está contente com o seu trabalho e com as suas promoções?
- Sim, sim. Muito obrigado, papá.

60

A família foi assistir à parada militar em que o rapaz desfilava.
Quando o seu regimento passava, o pai não se conteve de orgulho:
- Puxa, no meio de tanta gente, o nosso filho é o único com o passo certo!

61

O pai chama o filho para que acorde
e vá para a escola:
- Papai, vou-lhe dar três razões porque não quero ir:
1ª. Estou com muito sono.
2ª. Não gosto de ir a escola.
3ª. As crianças ficam rindo de mim.
A isto tudo o pai responde:
- Assim, então, eu vou dar três razões porque você tem de ir:
1ª. É a sua obrigação.
2ª. Você tem 45 anos.
3ª. Você é o director da escola.

62

No gabinete do ministro:
- Marca uma reunião com os ministros para
sexta-feira - diz o ministro.
- Sexta-feira e com “s” ou com “x”? - pergunta
a secretária.
O ministro após pensar um pouco responde:
- Marca para quinta.

63

- O mamã, é o Jesus que nos dá o pão de cada dia?
- É, meu filho !
- E é a cegonha que nos traz os brinquedos?
- É, meu filho !
- Então para que serve o papá?!...

64

- Está? Donde fala?
- Da sapataria.
- Desculpe, enganei-me no número.
- Não faz mal. Passe por cá que nos trocamos.

65

Um bêbado entra num autocarro e senta-se ao lado duma senhora.
Diz ele:
- Bolas, você é muito feia!
- E você está bêbado!
- Está bem, mas isto amanhã passa-me!

66

Uma senhora solteira que vivia perto de um quartel, escreve uma carta ao comandante do mesmo, nestes termos:
“Solicito a companhia do capitão Fernandes para um jantar em minha casa.” Resposta do capitão:
“Com excepção de dois soldados que estão de licença e um que baixou ao hospital, a companhia do capitão Fernandes terá todo o prazer em comparecer.”

67

Duas cabras pastavam nas traseiras de um estúdio de cinema.
Encontraram uma lata de filmes, que uma delas devorou:
- Que tal? - perguntou a companheira.
- Bom, mas gostei mais do livro.

68

- Ouve lá... aquela mota é inglesa, não é?
- É... claro que é.
- Então porque é que não tem o volante a direita?...

69

- Ia a 130 km, tenho de a multar.
- Ó Sr. guarda, não seja severo. É a primeira vez que guio e nem sequer tenho carta de condução.

 

70

- Os senhores perdoem-me, mas devem-me três meses de renda.
- Tá bem, está perdoado.

71

Entre duas amigas:
- Pois eu, quando tomo café não consigo dormir...
- Olha, comigo acontece precisamente o contrário: quando durmo não consigo tomar café!...

72

- Olá vizinho, que manhã mais fresca !
- Claro, é de hoje.

73

Um general que passava revista as tropas, ouviu um altíssimo espirro. Irritado, perguntou:
- Quem espirrou?
Nenhuma resposta. Morto de ódio, ordenou:
- Sargento, mande fuzilar 5.
E foram fuzilados. Então o general repetiu:
- Quem espirrou?
Apavorado, um dos soldados disse gaguejando
de medo:
- Fui eu, meu general!
Do alto das suas medalhas, o ditador dá um sorriso e diz suavemente:
- Santinho, meu filho.

74

No manicómio, em celas separadas:
- Eu sou um enviado de Deus à Terra...
- Mentira... eu não enviei ninguém !

75

Uma velhota de 92 anos formou um trio vocal.
Ela cantava, as outras duas... amparavam-na.

76

Por acaso sabem o que é que a “bufa” diz
para o peido?
Vai tu à frente que tens buzina!

77

Um homem andava com lombrigas e resolveu
ir ao médico.
O médico receitou-lhe uns comprimidos para tomar à noite.
Um lombrigo, que ouviu a conversa toda, vira-se para a lombriga e diz-lhe:
- Maria, faz as malas, temos que apanhar
o cagalhão das 5 horas.

78

Diz o Nelito para o homem da padaria:
- Ó senhor Joaquim, as migalhas... pagam-se?
- Não! Mas que disparate!... Claro que não!
- Então... esmigalhe-me ai meia dúzia de bolos.

79

Duas moscas conversavam em cima de um escremento:
- Queres ouvir uma anedota?
- Sim, mas não contes daquelas porcas, porque agora estou a comer.

80

- Ó senhor Doutor, o que hei-de fazer para não engravidar tantas vezes?
- Minha senhora, beba um copo de água!
- Mas... antes de... ou... depois de...
- Minha senhora... em vez de...

81

Está a ser feito um inquérito a uma senhora:
- Minha senhora, quando faz amor, costuma falar com o seu marido?
- É muito raro. Só quando ele telefona.

82

Andava Pedrinho na escola, na primeira classe, e a professora para pôr os miúdos à prova, perguntou:
- Meninos! Qual é a coisa, qual é ela que tem cinco patinhas e faz miau... miau?
Todos:
- É o gato!!!
- Pois é, a outra patinha era só para enganar.
Depois, no outro dia, tornou a perguntar:
- Qual é a coisa qual é ela que tem cinco patas e faz au...au?
Todos:
- É o cão!!!
- Muito bem. A outra patinha era só para enganar.
E o Pedrinho:
- Ó senhora professora, qual é a coisa, qual é ela, que tem uma cabecinha vermelha, tem duas bolinhas, e anda de cima para baixo?
- Ah, meu malcriado!!!
- Ah! Então não sabe?! É o batom. As duas bolinhas eram só para enganar...

83

Num inquérito, perguntaram a um marinheiro qual a primeira coisa que ele fazia quando chegava a casa:
- Bem, a primeira coisa é fazer amor com a minha mulher!
- Então e a seguir?
- Bem... a seguir, ponho as malas no chão!

84

Um homem bom e pobre estava a passar por momentos difíceis. Uma noite quando rezava implorou a Deus que o deixasse ganhar a lotaria.
No dia seguinte estava optimista, mas como nada aconteceu mais uma vez pediu a Deus o mesmo.
Deus continuou em silêncio. Passados uns tempos o homem mais uma vez de joelhos, queixou-se:
- Oh Deus, porque é que não me dás ao menos
uma chance?
Subitamente, ouve-se uma voz do todo poderoso:
- Porque não me dás tu uma chance... e compras ao menos uma cautela?

85

- Meus meninos, a quem é que devemos o Pinhal de Leiria?
- Ó senhora professora, então a gente ainda não pagou essa merda?

86

- Ó Nelita! Que gostarias que o Pai Natal te desse?
- Um contraceptivo, mamã.
- Que disparate, menina! Para que quer a menina uma coisa dessas?
- É que já tenho cinco bonecas e não quero ter mais nenhuma!

87

- Na minha família são todos grandes artistas:
o meu filho toca saxofone, a minha filha trombone
e até a minha mulher canta ópera!
- E tu, que forma de arte é que praticas?
- A surdez.

88

Susana encontra a Maria carregada de malas
no meio da rua, que lhe diz que acabou de deixar
o marido.
- Então e ele não disse nada quando te viu a fazer as malas?
- Disse! Pediu para não fazer muito barulho que estava a ouvir o Benfica - União de Leiria.

89

- Antigamente, no tempo dos reis, é que a vida
era boa!
- Então, porquê?
- Ora! Os portugueses conseguiam defender-se
só com um escudo.

90

Um escafandrista caminha pelo fundo do mar a 100 metros de profundidade, quando recebe no seu comunicador um apelo:
- Despacha-te! Sobe depressa! - diz-lhe o colega.
- Porquê?
- O barco está a afundar-se...

91

- Então onde passou as férias D. Maria?
- Em Madrid D. Susana!
- E o que achou?
- Admirável! Nunca tinha ouvido tanta gente
a falar espanhol

92

O namorado esforçando-se:
- Maria, vê se compreendes. Eu quero que sejas a mãe dos meus filhos!...
Ela: - Mas, afinal, quantos filhos tens tu ?

93

Entre dois “amigos de farra”. Diz um:
- Olha, andava à rasca, tive que me empregar.
- Em quê? -Pergunta o outro.
- Vendo imóveis.
- E tens vendido muitos?
- Até agora, só os meus.

94

Num café de Paris, dois turistas portugueses:
- Sabes, Manuel, estou há uma semana em Paris
e ainda não fui ao Louvre.
- Não te preocupes, Joaquim. Deve ser problema
de adaptação intestinal...

95

Um brasileiro chegou em Portugal, todo cheio de ginga, achando que era o espertão. Encontrou um senhor e foi dizendo com péssima educação:
- Oh, Portuga, onde eh que se pega o trem neste país de merda!
- O senhor me desculpe, mas nós cá não dizemos trem, chamamos de comboio...
- Eh? E onde eh que fica a porra da estacão aqui?
- O senhor me desculpe de novo, mas nós não dizemos estacão, chamamos a gare...
O brasileiro se emputeceu e disse ao portugueses:
- E como eh que vocês chamam os tipos que são filhos da puta aqui?
- Filhos da puta nós não chamamos, eles vêm todos pela Varig!

96

Um sujeito foi ao restaurante e pediu uma sopa.
Veio o empregado e deu-lhe a sopa mas com uma mosca lá dentro.
Indignado o sujeito chama o empregado e diz-lhe em voz alta:
- O senhor não vê uma mosca na minha sopa!?
- Ah, desculpe lá, afinal a sopa de carne era para a mesa três.

97

- Está lá? É da Varig? Por favor, senhorita, eu queria saber o tempo de voo São Paulo-Lisboa?
- Um minutinho...
- Ah! Está bem, muitó brigado!

98

Um indivíduo vai com o seu cão ao cinema.
O sujeito da cadeira ao lado, começa a ficar espantado ao ver que o cão ria e batia palmas, como se estivesse realmente a compreender o filme.
Diz o sujeito para o dono do cão:
- Estou admirado, o seu cão percebe o filme todo.
- Ai está admirado?! Mais admirado estou eu!
- Então... mas porque?
- É que o meu cão... leu o livro e não gostou !...

99

A estatística é a ciência segundo a qual se eu comi um frango e tu não comeste nenhum, cada um de nós comeu, em média, meio frango.

100

A filosofia é a ciência pela qual, através da qual, e sem a qual, o homem fica tal e qual.

 

 

Optimizado para Internet Explorer 6.0, Firefox 2.0 e Opera 9.1 | Site alojado por  Active.CGest | 05012008 | Rede2001.com